Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Protesto ao som da música (COM VÍDEO)

Foi ao som da ‘5ª Sinfonia’ de Beethoven, interpretada pela Orquestra Sinfónica Portuguesa, que abriu ontem à tarde, em Lisboa, a manifestação dos artistas, que levou milhares de pessoas à praça de Espanha. Com o mote ‘Que se Lixe a Troika – Manifestação Cultural’, o protesto estendeu-se a várias cidades do País, onde houve tempo para ouvir música, pintar e dançar. Lisboa, Porto e Coimbra juntaram o maior número de pessoas, mas as autoridades não adiantaram números.

14 de Outubro de 2012 às 01:00
Actores de teatro participaram nos protestos de forma original
Actores de teatro participaram nos protestos de forma original FOTO: Helena Poncini

Com o trânsito cortado e a presença bem visível da polícia, tornou-se desde logo óbvio que não haveria confrontos, pois o ambiente era de festa. Apesar de os artistas terem repetido "isto não é um festival, é um protesto", a verdade é que, excepção feita aos cartazes onde se liam palavras de ordem contra o Governo, a concentração transformou-se num verdadeiro espectáculo cultural. Uma das surpresas foi uma performance realizada pelos alunos da Escola de Teatro de Cascais. Vestidos de preto com as bocas tapadas e os olhos vendados, estavam de luto pela cultura. Dead Combo, Deolinda e A naifa foram apenas alguns dos artistas que se associaram ao protesto. "O que o Governo está a fazer é mais um golpe à criação", disse Ana Bacalhau.

Já em frente à Assembleia da República, onde terminou a marcha contra o desemprego, concentraram-se também milhares de manifestantes que ouviram o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, acusar o Governo de "massacrar" os portugueses tornando-os "prisioneiros dentro do seu próprio país".

MANIFESTAÇÃO PROTESTO INICIATIVA CRISE AUSTERIDADE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)