Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

PROTESTO INVADE PASSERELLE

A nata das ‘top-models’ internacionais foi apanhada de surpresa num desfile para a marca de lingerie, “Victoria’s Secret”, em Nova Iorque. Com efeito, na altura em que a brasileira Gisele Bündchen desfilava, várias manifestantes contra o uso de peles invadiram a ‘passerelle’, provocando um sururu na sala.
16 de Novembro de 2002 às 00:00
O insólito acontecimento tem, no entanto, uma explicação. É que a manequim Gisele Bündchen fez uma campanha para a fabricante de peles "Blackglama", que lhe terá valido cerca de 500 mil euros e dois casacos de pele, no valor de 250 mil euros cada.

Como que em resposta, quatro militantes da "People for the Ethical Treatment of Animals" (Peta) subiram à ‘passarelle’ exibindo cartazes com a frase "Gisele, Escória das Peles" (Gisele fur scum), exactamente no momento em que a brasileira desfilava um sensualíssimo conjunto.

As manifestantes gritaram o nome da ‘top-model’, mas esta manteve-se calma e, com todo o profissionalismo, desfilou o sugestivo conjunto preto e vermelho de motivos natalícios, com meias de ligas e sandálias vermelhas de salto agulha.

O desfile foi então interrompido por alguns minutos, tempo para a segurança retirar da ‘passerelle’ as quatro mulheres. Os protestos, contudo, continuaram lá fora, tendo sido necessária a intervenção policial.
Pouco depois, a manequim brasileira tornou a pisar o palco, e, curiosamente, ou nem por isso, foi calorosamente aplaudida. No público encontravam-se diversas personalidades, como a estilista Patricia Field, o modelo Tyson Beckford e o milionário Donald Trump.
O desfile da Victoria’s Secret, com o título de "Christmas Dreams & Fantasies 2002", contou ainda com a presença das ‘tops’ internacionais Naomi Campbel e Heidi Klum, entre outras.

Naomi, que por acaso até sabe o que é “andar na boca do povo”, desfilou com asas, revelando um conjunto claramente natalício.

Heidi Klum, por sua vez, exibiu propostas que apelam a uma sensualidade subtil, pautada pela seda de esvoaçantes coordenados.
Ver comentários