Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Que canções levámos à Eurovisão nos últimos 20 anos e quanto pontuaram?

Participação portuguesa nas últimas duas décadas fica marcada pela primeira vitória do festival, em 2017, com Salvador Sobral.
Correio da Manhã 12 de Maio de 2021 às 17:21
Participação portuguesa nas últimas duas décadas fica marcada pela primeira vitória do festival, em 2017, com Salvador Sobral.
Por Correio da Manhã 12 de Maio de 2021 às 17:21
A participação portuguesa no Festival Eurovisão da Canção nas últimas duas décadas fica marcada pela primeira vitória do evento, em 2017, com Salvador Sobral, mas também por algumas das atuações com piores pontuações e por um último lugar.

Em 2018, ano em que o festival se realizou em Lisboa, Cláudia Pascoal conquistou 39 pontos e ocupou a última posição da tabela classificativa, algo que, em 52 participações no festival, só tinha acontecido em 1964 (António Calvário), 1974 (Paulo de Carvalho) e 1997 (Célia Lawson). 

Em duas décadas feitas de altos e baixos, passaram pela Eurovisão músicos como Os Homens da Luta, Rita Guerra ou a "girls band" Nonstop. 


Veja a canção a concurso nesta edição e recorde as atuações dos últimos 20 anos

2021 - The Black Mamba, "Love is on my side". A banda liderada por Tatanka foi a primeira a levar uma canção em inglês à Eurovisão. Os The Black Mamba atuaram na segunda semifinal, em que conquistaram 239 pontos e o 4.º lugar, o que garantiu a passagem à Grande Final. A atuação portuguesa na final mereceu 153 pontos e um 12.º lugar.




2020 – Elisa, "Medo de sentir"
. A cantora não chegou a interpretar o tema vencedor do Festival da Canção na Eurovisão, uma vez que a edição de 2020 do certame foi cancelada devido à pandemia de Covid-19.




2019 – Conan Osíris, "Telemóveis". O músico atuou na primeira semifinal, em que obteve 51 pontos e um 15.º lugar.




2018 – Cláudia Pascoal, "O jardim"
. A cantora teve passagem direta para a Grande Final, após a vitória de Salvador Sobral em 2017, mas conquistou apenas 39 pontos, ficando em 26.º e último lugar no ano em que o festival decorreu em Lisboa. 




2017 – Salvador Sobral, "Amar pelos dois". O músico atuou na primeira semifinal, em que conquistou 370 pontos e o 1.º lugar, garantindo passagem à Grande Final. Salvador Sobral deixou o público e júri rendidos, conseguindo 758 pontos e dando a Portugal a primeira vitória na Eurovisão.




2015 – Leonor Andrade, "Há um mar que nos separa". A cantora participou na segunda semifinal, em que obteve 19 pontos e um 14.º lugar.




2014 – Suzy, "Quero ser tua".  A intérprete atuou na primeira semifinal, conquistando 39 pontos e um 11.º lugar.



 

2012 – Filipa Sousa, "Vida minha". Mais uma vez, Portugal conquistou 39 pontos, com a atuação na segunda semifinal, ficando na 13.ª posição.



 

2011 – Homens da Luta, "Luta é alegria". A vitória foi polémica em território nacional e em Dusseldorf, na Alemanha, atuaram na primeira semifinal, em que somaram 22 pontos e um 18.º lugar.



2010 – Filipa Azevedo, "Há dias assim".
 A cantora atuou na primeira semifinal e conquistou 89 pontos, que lhe garantiram o 4.º lugar e a tão desejada passagem à Grande Final. Na etapa decisiva do festival, Filipa Azevedo somou 43 pontos e ficou em 18.º lugar. 



2009 – Flor-de-Lis, "Todas as ruas do amor". A atuação do grupo na primeira semifinal somou 70 pontos e garantiu um 8.º lugar. A banda chegou à Grande final, ficando em 15.º lugar, com 57 pontos. 




2008 – Vânia Fernandes, "Senhora do mar (negras águas)". A intérprete passou à Grande Final após conquistar 120 pontos, e um 2.º lugar, na segunda semifinal. Na atuação decisiva, ficou em 13.º lugar, com 69 pontos. 




2007 – Sabrina, "Dança comigo (vem ser feliz).
A cantora conquistou 88 pontos e ficou 11.º lugar na semifinal.




2006 – Nonstop, "Coisas de nada".
A "girls band" atuou na semifinal, conquistando 26 pontos e um 19.º lugar.




2005 – 2B, "Amar". A dupla Luciana Abreu e Rui Drummond atuou na semifinal em Kiev, na Ucrânia, onde somou 51 pontos e conseguiu um 17.º lugar.




2004 – Sofia, "Foi magia".
A cantora conquistou 38 pontos e um 15.º lugar na semifinal. Só a partir desta edição é que o formato da Eurovisão passou a ter semifinais e uma Grande Final.




2003 – Rita Guerra, "Deixa-me sonhar".
 A cantora veterana atuou em Riga, na Letónia, conquistando 13 pontos e a 22.ª posição na tabela classificativa. 




2001 - MTM, "Só sei ser feliz assim". O duo composto por Marco Quelhas e Tony Jackson atuou em Copenhaga, na Dinamarca, e obteve 18 pontos e um 17.º lugar.