Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

QUEIXA SILENCIADA

O cantor Michael Jackson terá pago, nos anos 90, o equivalente a cerca de 1,65 milhões de euros para que o filho de um empregado do seu rancho Neverland não o acusasse de abuxo sexual.
4 de Setembro de 2004 às 00:00
De acordo com declarações feitas à NBC pelo ex-chefe da polícia de Santa Barbara, Jim Thomas, as queixas desta criança foram descobertas em 1993 quando o departamento investigava Jackson por outra suspeita de abuso sexual de menores.
“Desconfiámos sempre que oito ou dez crianças podiam ter sido abusadas. Muitas delas disseram-nos que tinham passado bastante tempo com Jackson”, acrescentou Thomas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)