Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Quintas e Villar pagam para levar peça a cena

Metade da bilheteira vai reverter para os bombeiros.
Ana Maria Ribeiro 25 de Agosto de 2016 às 08:31
Alberto Villar e Carlos Quintas são os protagonistas desta comédia diriga pelo encenador Ruy de Matos
Alberto Villar e Carlos Quintas são os protagonistas desta comédia diriga pelo encenador Ruy de Matos FOTO: Mariline Alves
Carlos Quintas não fazia teatro há "quatro, quase cinco anos". Por isso, quando o colega ator Alberto Villar, com quem trabalhou no Teatro Nacional D. Maria II, lhe propôs que fizessem uma peça juntos, aceitou logo.

O texto, uma comédia de Carlos Cabral, põe em cena dois homens a atravessarem tempos complicados (tradução: não têm onde cair mortos). Para os dirigir, os atores chamaram outro companheiro de antigos tempos do D. Maria: Ruy de Matos.

A peça ‘Faz-te ao Largo’, que tem antestreia marcada para quinta-feira da próxima semana, dia 1 de setembro, no Teatro Armando Cortez – Casa do Artista, vai cumprir carreira na capital até dia 18. Depois, quer percorrer o continente, as ilhas e, "se possível, chegar às comunidades portuguesas espalhadas pelo Mundo". Isto tudo sem apoios financeiros.

"Produzimos a peça com dinheiro dos nossos bolsos e a brincar a brincar a conta chegou a alguns milhares de euros", conta Alberto Villar, que vai repartir a bilheteira com as corporações de bombeiros. "Em cada localidade, metade do que se fizer será para os bombeiros da respetiva freguesia. Em contrapartida, as corporações vão ajudar-nos a promover o espetáculo", diz Villar.

Carlos Quintas, que assume aqui uma personagem diferente – "as pessoas estão habituadas a ver-me na pele do galã e este homem não é nada disso" – só espera que o público goste. "Se se divertirem tanto como nós, a aposta está ganha!".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)