Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Quis esperar a abertura do novo Campo Pequeno

O cavaleiro alentejano vai receber das mãos de seu pai, Paulo Caetano, a sonhada alternativa, no Campo Pequeno, que é a chamada cerimónia de doutoramento dos toureiros. Acontece pela primeira vez na nova Praça.
7 de Junho de 2006 às 00:00
Quis esperar a abertura do novo Campo Pequeno
Quis esperar a abertura do novo Campo Pequeno FOTO: D.R.
– Correio da Manhã– Quais as expectativas para amanhã?
João Moura Caetano – As mais elevadas. Há dois ou três anos que me sentia preparado para a alternativa, mas quis esperar pela abertura do novo Campo Pequeno, pois sempre sonhei que fosse ali. Valeu a pena; é um privilégio ser a primeira alternativa nesta praça e com um cartel tão importante.
– O que significa?
– O concretizar um sonho, mas não a meta. É um novo ponto de partida para a meta, essa sim, de ser Figura do Toureio. É um passo importantíssimo.
– Tem algum modelo?
– Nunca tentei imitar ninguém. Tento fazer o toureio a cavalo sério, com arte e frontal.
– Rivalidades?
– As normais, com todos os meus colegas, em praça, querendo sempre triunfar. Mas com as melhores relações com todos.
- É toureiro por vocação ou pela família?
– Sinto-me toureiro por vocação. A família não me influenciou. Desde miúdo quis ser toureiro. O meu pai apenas foi deixando e ajudando.
– Quem tem sido Paulo Caetano?
– A pessoa mais importante. Um pai extraordinário que me tem ensinado tudo, todos os segredos desta profissão tão difícil. Crítico na hora certa, conselheiro e entusiasta, sem esquecer a minha mãe, que me apoia totalmente, moralmente e na logística. O bom ambiente familiar ajuda imenso.
– Espanha tem sido importante?
– Muito! Tem-me dado experiência, rodagem. Em quatro anos, em Espanha e França, já fiz mais de 100 corridas, em profissional. E só assim se pode andar e subir, com muito trabalho também, montando, viajando, actuando e dormindo pouco.
– E em Portugal, é sempre bem recebido?
– Sim, normalmente. Lá como cá, o público exige. Esperam sempre bom toureio, até porque levo no meu nome uma responsabilidade acrescida.
– Melhores recordações até hoje?
– A prova de praticante em Monforte; a primeira vez com casaca, no antigo Campo Pequeno (corrida TVI); e a apresentação em Sevilla (2005), cortando uma orelha.
– Amanhã, no novo Campo Pequeno...
– Vai ser uma sensação maravilhosa, para mim e para toda a equipa. O meu pai a ser meu Padrinho de Alternativa, numa Praça de tanto significado, é o sonho que sonhei! Vou de casaca verde, a estrear, e vou dar tudo pelo triunfo!
PERFIL
Nome - João Benito Cortes de Moura Padrão Caetano
Data de nascimento – 10/09/83
Natural – Portalegre
1ª apresentação pública - 13/08/92, em Monforte
Prova de praticante – 03/06/00, em Monforte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)