Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

RECUPERAÇÃO HIDRÁULICA À VISTA

Um protocolo com vista à recuperação e conservação do sistema hidráulico dos jardins do palácio Nacional de Queluz é hoje assinado, em Londres, entre a World Monuments Fund (WMF) Portugal e sua homóloga no Reino Unido, na presença do presidente do Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR), João Rodeia, e dos mais altos dignatários da World Monuments Fund International.
8 de Outubro de 2003 às 00:00
Palácio Nacional de Queluz
Palácio Nacional de Queluz
Este protocolo, assinado no âmbito de um projecto em curso no Palácio Nacional de Queluz, visa a recuperação e conservação do sistema hidráulico dos jardins (que data do séc. XVIII) e áreas envolventes, incluindo os Jogos d'Água, o Canal de Azulejos, o Sistema de Irrigação e a Estatuária. Neste momento, decorre a fase de levantamento, que permitirá estabelecer uma calendarização do projecto, iniciado pela WMF Portugal e pelo IPPAR.
A parceria com a WMF Reino Unido deverá durar cerca de três anos e inclui a angariação de fundos para restauros. Criada em 1993, a WMF Portugal tem como objectivo a recuperação e o restauro de monumentos. .
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)