Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Roberta Campos: “Portugal era o País onde queria chegar”

Cantora acreditou no sonho e fintou a pobreza.
Miguel Azevedo 17 de Abril de 2019 às 08:25
Roberta Campos
Roberta Campos FOTO: Direitos Reservados
Em Portugal, o nome de Roberta Campos pode, assim de repente, não dizer nada ao público, mas a verdade é que as suas canções há muito que nos entram pela casa adentro.

Roberta é a autora de muitos dos temas de novelas brasileiras que fazem sucesso no nosso país. Entre elas, por exemplo, as canções ‘Janeiro a Janeiro’ de ‘Sangue Bom’, ‘Abrigo’ de ‘O Outro Lado do Paraíso’, ou ‘Minha Felicidade’, tema de abertura da novela ‘Sol Nascente’.

Roberta Campos, um dos novos fenómenos da MPB, vem agora fazer a sua estreia a Portugal, quinta-feira nos Estúdios Time Out, em Lisboa, dia 23 no Salão Brasil, em Coimbra, e dia 24 na Casa da Música, no Porto.

"Estou bem ansiosa, mas com uma sensação boa! Sempre quis levar a minha música para fora do Brasil e Portugal era o lugar a que eu queria chegar primeiro. Isto está acontecendo, estou muito animada, cheia de boas expectativas e vontade de encontrar as pessoas e mostrar meu trabalho!", confidenciou, em entrevista ao CM, a cantora, que é fã de Deolinda e Carolina Deslandes.

Nascida em Caetanópolis, Minas Gerais, a 29 de dezembro de 1977, Roberta Campos soube fintar o destino e seguir um sonho.

"Venho de uma cidade pobre, de uma família pobre. Sempre tive muita dificuldade para trazer a mim cultura, ter acesso a um bom livro era difícil, ter acesso a discos também. Mesmo assim, mantive sempre o foco no que eu queria e na minha busca de ser cantora!"
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)