Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Robôs são atracção da Expo 2005

Apesar da neve e das temperaturas negativas, cerca de 27 mil pessoas acorreram ontem à inauguração da Expo 2005, em Aichi, no Japão. Uma vez dentro do recinto, em vez mulheres de limpeza encontraram robôs, as guias foram substituídas por andróides versados em quatro línguas, a segurança é feita por polícias mecânicos operados por controlo remoto... Em cada esquina, os visitantes foram confrontados com as maravilhas tecnológicas da indústria nipónica.
26 de Março de 2005 às 00:00
A Expo Aichi 2005, a primeira exposição universal do século XXI, vai prolongar-se até 25 de Setembro, num total de 185 dias – são esperados 15 milhões de visitantes. Tem como tema ‘A Sabedoria da Natureza’, conceito muito caro aos japoneses que, ao investirem tão pesadamente na industrialização, destruiram grande parte dos recursos naturais do país.
Embora a natureza esteja no centro do debate, o debate é tecnológico. Há cinco tipos de robôs em funcionamento no parque: os de limpeza, os de segurança, os guias, os de transporte... e os de acompanhamento de crianças (capazes de identificar os pequenos interlocutores e de comunicar com eles).
Portugal, um dos 121 países representados na Expo, tem este ano uma representação modesta. O pavilhão, desenhado por Henrique Cayatte, organiza-se em torno do tema ‘A Natureza e a História’, ou seja, explora as relações ancestrais do nosso país com o Japão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)