Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

ROCK IN RIO LISBOA DÁ CHEQUE PARA CRIANÇAS

Está dado o primeiro grande passo "Para Um Mundo Melhor", frase que serve de lema ao Festival Rock In Rio Lisboa, a realizar entre 29 de Maio e 6 de Junho de 2004 no Parque da Bela Vista, em Chelas. Ontem, no decorrer de uma conferência de Imprensa onde foram oficialmente apresentados os associados e patrocinadores, Roberto Medina (mentor do projecto) e Rui Veloso (designado agora embaixador social do evento) entregaram um cheque no falor de 250 mil euros à "Childreach", organização independente dedicada a garantir os direitos fundamentais de saúde e educação de crianças necessitadas.
17 de Julho de 2003 às 00:00
 Rui Veloso entregou 250 mil euros à organização Childreach
Rui Veloso entregou 250 mil euros à organização Childreach FOTO: Tiago Petinga/lusa
Tratou-se da primeira grande prova de que o Festival Rock In Rio Lisboa é, afinal, "muito mais do que um projecto de música", como voltou, uma vez mais, a frisar Roberto Medina.
E se a venda de bilhetes para o festival correr como se espera, o valor a entregar à "Childreach" pode chegar a um milhão de euros, conforme foi ontem revelado.
A mola mestra
Ainda sem nomes de cartaz ("Queremos primeiro fazer uma pesquisa junto da sociedade", justificou Medina), o Festival Rock In Rio Lisboa arrancou, assim, oficialmente com a sua vertente social, algo que no Brasil foi sempre considerado como a mola mestra de todo o projecto.
Só para se ter uma ideia, o evento ajudou a concluir os estudos a cerca de três mil estudantes, entre os 17 e os 29 anos. Da mesma forma milhares de pessoas foram beneficiadas pelos 29 projectos financiados pelo festival, através da UNESCO, com o tema "Cultivando Vidas, Desarmando a Violência". Como um dia disse Kofi Annan, secretário geral das Nações Unidas, "melhor do que uma semana de rock no Rio é uma semana de rock no Rio por um Mundo melhor".
Meio milhão de pessoas
A realizar uma semana antes do Europeu de Futebol 2004 - o que faz antever um mês sem precedentes na história do turimo na capital -, o Festival Rock In Rio Lisboa decorrerá durante cinco dias (29 e 30 de Maio e 4,5 e 6 de Junho) numa área de 200 mil metros quadrados, por onde deverá passar um total de meio milhão de pessoas (100 mil por dia, segundo as previsões).
O evento provocou um impacto na economia do estado do Rio de Janeiro de cerca de 400 milhões de euros, ao atrair turistas de todas as regiões do país e do Mundo inteiro. Por cá, a facturação para a cidade está quase garantida sobretudo se tivermos em conta que, na Europa, a proximidade entre os países é muito maior.
No que toca à música propriamente dita, sabe-se apenas que o evento terá para oferecer mais de 120 horas de música e que contará com 70 atracções (intérpretes de música portuguesa, grupos brasileiros e bandas internacionais consagradas). Mas não só.
Com uma estrutura muito semelhante à da última edição do Rock In Rio e para além do Palco Mundo (o principal), o recinto contará ainda com as tendas Raízes, Mundo Melhor e Electro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)