Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Ron Wood conta tudo em livro

Há 32 anos nos Rolling Stones, o guitarrista Ron Wood abriu o livro e, sem papas na língua, revela um percurso feito de sexo, drogas, conflitos e muito mais.
A autobiografia, intitulada ‘Wood’, está repleta de histórias que atestam o ambiente vivido no interior dos Rolling Stones. Pelo meio, Ron revela ainda curiosos episódios vividos com outras estrelas do mundo do espectáculo e do rock n’ roll em particular.
4 de Outubro de 2007 às 00:00
Ron Wood conta tudo em livro
Ron Wood conta tudo em livro FOTO: Tiago Sousa Dias
Uma das histórias mais deliciosas diz respeito ao ex-beatle George Harrison e à sua mulher de então, Pattie Boyd. De acordo com Ron Wood, uma noite, em casa de Harrison, o guitarrista dos Stones disse a Harrison que nessa noite iria dormir com a sua mulher, Pattie. Sem acusar o toque, Harrison respondeu: “Então eu durmo ali”, apontando para o quarto onde estava a então mulher de Wood, Krissie (ver frases soltas).
Ron Wood revela ainda que apesar da enorme amizade com o colega Keith Richards, a droga levou a que ambos chegassem a apontar armas um ao outro. Numa outra ocasião, também por causa da cocaína, Keith Richards encostou uma navalha ao pescoço de Ron.
Mas há mais. Uma vez, em Nova Iorque, John Lennon irrompe pelo quarto com Yoko Ono, que fazia malha. Lennon soltou então: “Bitch (cabra) desaparece com a malha”. Dito isto, bate palmas e pergunta: “Qual a droga do dia?” Keith, acrescenta, não escondeu um sorriso diabólico e soltou: “Smack” (heroína). As festas regadas a álcool e comprimidos eram também comuns. Certo dia, em Nova Iorque, o filho de Ron Wood deparou-se com o actor Christopher Reeve inconsciente e estendido no sofá. “Vocês destruíram o Super-Homem”, atirou”.
Ron Wood revela ainda que lutou por um lugar nos Stones com Eric Clapton e Jeff Beck, que os Stones nunca sentiam saudades de casa e que a discrição em palco exibida pelo ex-baixista Bill Wyman era, afinal, parte de um jogo: ‘Spot the Tits’ (‘descobrir pares de mamas’). “Chegava-se ao pé de mim e dizia: ‘Belo par ali...’
SAIBA MAIS
300
Milhões de discos vendidos é quanto os Rolling Stones venderam ao longo de 45 anos de carreira.
63
Milhões de euros foi o lucro que os Rolling Stones conseguiram no último ano. Um valor que os coloca no topo da lista dos músicos mais ricos do Mundo elaborada pela revista ‘Forbes’.
“EXTRAVAGANCIA”
Segundo Ron Wood, viver como um ‘rolling stone’ era “uma extravagancia”. Iam do avião para os hotéis em limusines sob escolta policial, tinham guarda-costas e toda uma série de mordomias.
ÁLCOOL
Ron Wood tem travado uma luta mais ou menos permanente contra o álcool. A sua última recuperação data do ano passado.
DOCUMENTÁRIO
‘Shine a Light’ é o título do documentário que Martin Scorsese realizou sobre os Rolling Stones. A estreia acontece em 2008.
FRASES SOLTAS
"Naquela altura (anos 70), Keith andava sempre com pistolas e navalhas.”
“Depois de uma discussão com Keith, ele apontou-me a sua Derringer (pistola) e eu, calmamente, saquei da minha Magnun 44."
"Os Stones tinham um Boeing privado com camas, salas, chuveiros, bar e, às vezes, miúdas nuas a correr pelos corredores."
"Vamos mesmo fazer isto? [dormir com a mulher de G. Harrison]."
"Vemo-nos em tribunal”, disse George. Na manhã seguinte fomos acordados por George, que me informou de que tinha chamado os seus advogados. Mas nunca o chegou a fazer”.
Ron Wood
Ver comentários