Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Rui Veloso emocionado no Coliseu do Porto

O primeiro da série de quatro concertos que marcam os 25 anos de carreira de Rui Veloso encheu anteontem completamente o Coliseu do Porto, numa noite em que desfilaram os maiores êxitos da sua carreira e os seus convidados especiais, de Mariza aos Rio Grande e dos Azeitonas à espanhola Luz Casal.
5 de Novembro de 2006 às 00:00
“Já ando nisto há tanto tempo, mas continuo ter medo destas coisas... Ai que nervos!”. Foi assim que Rui Veloso, 49 anos, se apresentou no Porto, cidade a que está muito ligado, como disse entre aplausos, porque foi onde viveu grande parte da sua vida e onde tem os seus amigos, apesar de ter nascido em Lisboa.
Entrou de guitarra eléctrica e com dois blues, antes de seguir com as canções que o público queria ouvir – ‘Chico Fininho’, ‘Porto Covo’, ‘Trolha da Areosa’ e ‘Rapariguinha do Shopping’–, que duraram três horas sem que o público presente arredasse pé, público que, na sua maioria, tinha acompanhado este quarto de século de carreira, embora também houvesse muita gente mais jovem. O último álbum ‘Vês pelos Bês’ também foi convocado.
Com Mariza – que na noite anterior, no seu concerto no mesmo Coliseu, se emocionara até às lágrimas pelo apoio do público – cantou duas músicas (’Transparente’, claro), com os Azeitonas idem, mas foi com os Rio Grande – de regresso oito anos depois – que o povo delirou mesmo em meia dúzia de músicas. Vitorino e Jorge Palma, então, estiveram imparáveis e aqueceram ainda mais a noite, com Rui Veloso, emocionado, quase a deixar o comando do espectáculo aos seus amigos. A última convidada foi Luz Casal com ‘Inesperadamente’.
Ontem o segundo concerto teve também casa cheia, tal como acontecerá sexta em Lisboa, no Pavilhão Atlântico.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)