Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Salavisa reprova convite a João Carlos Andrade para administrar CNB

O coordenador técnico da Companhia Nacional de Bailado (CNB), João Carlos Andrade, foi convidado para administrador da estrutura, no âmbito da reestruturação dos organismos culturais do Estado.

27 de Dezembro de 2011 às 16:20
Salavisa diz que é uma nomeação "tão obscura quanto inaceitável"
Salavisa diz que é uma nomeação 'tão obscura quanto inaceitável' FOTO: Vítor Mota

Actualmente, João Carlos Andrade integra a equipa técnica da companhia de dança e foi convidado para a administração, embora lhe tenham sido instaurados anteriormente vários processos disciplinares.

"A Opart instaurou processos disciplinares por comportamentos abusivos, porque [ele] agiu para lá das suas competências" na CNB, disse à Lusa a mesma fonte da companhia de dança.

Em declarações à Lusa, João Carlos Andrade remeteu todas as informações para a secretaria de Estado da Cultura (SEC) afirmando apenas: "Neste momento não posso fazer comentários. A minha posição tem que ser esta".

Fonte oficial da SEC não confirmou a nomeação à agência Lusa, adiantando apenas que em meados de Janeiro será divulgada a lei orgânica da secretaria de Estado e dos organismos por ela tutelados.

A revelação do nome de João Carlos Andrade para a administração da CNB e a denúncia da existência de processos disciplinares foi feita na segunda-feira por Jorge Salavisa, que presidiu em 2010 ao Opart, organismo que tutela a companhia de dança.

Num "email" enviado aos jornalistas e divulgado também no Facebook, Jorge Salavisa refere que João Carlos Andrade "não reúne as qualificações mínimas" para o cargo de administrador da CNB.

"Um cargo desta natureza exige maturidade e sentido de responsabilidade, duas qualidades essenciais que João Carlos Andrade decididamente já comprovou ao longo dos anos não as possuir", escreveu.

Jorge Salavisa diz que é uma nomeação "tão obscura quanto inaceitável".

companhia nacional de bailado cnb jorge salavisa joão carlos andrade
Ver comentários