Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Saudades do futuro

Aos 30 anos, Mafalda Arnauth e a sua editora terão sentido já a necessidade de uma revisão da matéria dada: ‘Talvez Se Chame A Saudade – O Melhor de Mafalda Arnauth’ é uma colectânea que, no mínimo, torna legítimo o presságio de arranque para um novo ciclo.
24 de Julho de 2005 às 00:00
Mafalda Arnauth
Mafalda Arnauth FOTO: d.r.
O que não esbate a evolução sensível do disco de estreia para ‘Esta Voz Que me Atravessa’ e da travessia deste até aportar em ‘Encantamento’. Ainda assim, os responsáveis pela selecção das 16 faixas da compilação optaram por uma justiça quase salomónica: cinco temas do disco que revelou esta voz singular, outros tantos do álbum em que ela terá fugido da repetição pura e simples, meia dúzia de ‘Encantamento’.
É matéria mais do que suficiente para manter Mafalda activa no mercado e para continuar a justificar a ideia de que ela, Mariza e Aldina Duarte (com Camané na representação masculina) formam a ‘troika’ que compõe a linha da frente no dito novo Fado.
Mafalda canta temas próprios, vai buscar poemas a Hélia Correia, Francisco Viana, Mário Rainho, José Carlos Ary dos Santos e, com enorme naturalidade, a Sophia de Melo Breyner. Há uma música de João Gil, duas de Luís Oliveira, uma de Fernando Tordo, um par de Alfredo Marceneiro, uma de Amélia Muge que, juntamente com Fausto, tem direito a uma autoria ‘total’.
Curioso é lembrar, neste compasso de recapitulação, que houve produtores distintos para cada um dos discos: João Gil no primeiro, Amélia Muge no segundo, a própria Mafalda no terceiro.
Está o recado dado: a colecção existe. E, para os que sempre seguiram de perto a caminhada de Mafalda Arnauth, bem pode dizer-se que uma das suas funções primordiais é começar já a criar as saudades do futuro. De preferência próximo.
DISCOGRAFIA
- “Mafalda Arnauth” (1999)
- “Esta Voz Que Me Atravessa” (2001)
- “Encantamento” (2003)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)