Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Secretário de Estado homenageia Eduardo Nery

O secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, prestou homenagem a Eduardo Nery, que considerou "uma figura maior da cultura portuguesa" que extrapolou a sua criatividade para áreas além da pintura.
2 de Março de 2013 às 18:19

"Quero prestar a minha homenagem ao grande pintor Eduardo Nery, desaparecido este sábado, bem como as sentidas condolências a toda a família", disse Jorge Barreto Xavier à agência Lusa.

O artista plástico Eduardo Nery morreu este sábado, em Lisboa, aos 74 anos. O velório vai decorrer no domingo na Igreja de Santa Isabel, em Lisboa, e o funeral está marcado para as 12h00 de segunda-feira, no cemitério do Alto de S. João.

Eduardo Nery "foi uma figura maior da cultura portuguesa. Foi pioneiro do movimento da op art no nosso país, mas a sua importância para a nossa cultura ultrapassa em muito esse facto", referiu o secretário de Estado.

Jorge Barreto Xavier salientou "o seu enorme talento, a sua versatilidade e capacidade de extrapolar o universo criativo para áreas artísticas muito para além da pintura, [que] tornou a sua criatividade pluridimensional".

O artista participou em "inúmeras exposições" e produziu diversas obras de artes em Portugal e no estrangeiro, em áreas como a arte urbana, arquitetura, tapeçaria, azulejaria, vitral, fotografia, colagem e pintura mural.

Eduardo Nery óbito faleceu morte artista plástico pintor Jorge Barreto Xavier
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)