Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Temperatura alta para ver Coldplay

"Portugal é um país periférico, muitos equipamentos chegam por estrada. Mas é o nosso trabalho e estamos preparados para isso." Na véspera do arranque da maior edição de sempre do festival Optimus Alive!, o promotor da Everything is New, Álvaro Covões, refere que está tudo a postos para o evento e para os sete camiões TIR que os Coldplay trazem para o concerto desta noite (22h00), no Passeio Marítimo de Algés
6 de Julho de 2011 às 00:30
Recinto está a postos para receber esta noite 50 mil visitantes
Recinto está a postos para receber esta noite 50 mil visitantes FOTO: Sérgio Lemos

Com um recinto ampliado e um orçamento de 6,5 milhões de euros, o evento espera por 170 mil pessoas até sábado, mas já hoje haverá lotação esgotada: depois da correria na compra de bilhetes para a banda de Chris Martin como cabeças-de-cartaz, o evento que foi considerado um dos 12 melhores festivais de música europeus fora do Reino Unido aguarda 50 mil visitantes esta noite.

Seis anos depois da visita ao Pavilhão Atlântico, em 2005, os Coldplay trazem agora na bagagem o muito bom astral do disco ‘Viva la Vida'. E os fãs querem-no gozar ao máximo e responderam à chamada. Antes, Blondie promete animar o palco principal, ou não fosse esta banda veterana do final dos anos 1970 capaz de se reinventar. A prová-lo, apresentam hoje no Alive! o recente trabalho ‘Panic Girls'.

Mas se há música pelo recinto todo, distribuída por 120 bandas, nomes como Foo Fighters, 30 Seconds to Mars ou Jane's Addiction e muitas bandas revelação, que até são estreantes em Portugal - casos de Anna Calvi e James Blake, hoje no Palco Super Bock -, também as estruturas se renovam.

Com três mil metros quadrados, o ampliado Palco Super Bock espera agora receber mais pessoas depois de, em 2010, ter deixado muitos de fora para, por exemplo, o frenético concerto de Gossip.

"Há já muitas bandas que nos procuram e fazem questão de estar aqui. Cada vez mais somos referenciados no exterior", realça Álvaro Covões.

Entre as novidades desta edição, há ainda o coreto para Os Homens da Luta brilharem e permitir que se dance ao som de bandas cá da terra. Porque em tempos de crise, o que é nacional também é bom!

"ARTISTAS SÃO CUMPRIDORES": Álvaro Covões Promotor do Optimus Alive!

Correio da Manhã - Este ano o Optimus Alive! é mais ambicioso. Que reforço implicou?

Álvaro Covões - Recuámos o palco principal. Aumentámos o número de sanitários e os postos de alimentação. Tudo aumentou pelo menos em dez por cento.

- A crise afectou as vendas?

- Não termos esgotado tudo é sinal de que as pessoas não têm o poder aquisitivo que deviam ter.

- É difícil lidar com estrelas de topo da música?

- Raramente. As pessoas que estão à volta delas é que são difíceis para garantirem o seu emprego. Os artistas são muito cumpridores. 

EDIÇÃO 2012 SERÁ MAIS CURTA

A edição deste ano do Optimus Alive! é entendida como uma excepção, devido à antecipação para hoje dos Coldplay. Os quatro dias de concertos não se vão, por isso, voltar a repetir em 2012. "O orçamento deste ano é de 6,5 milhões de euros, mas como temos mais um dia, não é directamente comparável com as quatro edições anteriores. Para o ano será mais baixo porque será de novo uma edição de três dias", disse ao CM o promotor da Everything is New, Álvaro Covões.

OPTIMUS ALIVE FESTIVAL ALGÉS COLDPLAY MÚSICA ARTISTAS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)