Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

"Tenho muita sorte em ainda estar aqui”

Mike Tyson, a lenda mais temida do boxe revela uma inesperada faceta dócil no admirável documentário ‘Tyson’, realizado por James Toback, que chegou agora a Portugal.
10 de Maio de 2009 às 00:30
'Tenho muita sorte em ainda estar aqui”
'Tenho muita sorte em ainda estar aqui” FOTO: Eric Gaillard, Reuters

Correio da Manhã – Porque decidiu fazer um filme sobre a sua vida?

Mike Tyson – O realizador James Toback convenceu-me. Como tenho muita confiança no seu trabalho, percebi que poderia ser algo honesto. Estava a fazer uma cura de desintoxicação e, como não tinha nada que fazer, entreguei-me totalmente ao projecto.

– O documentário ‘Tyson’ aborda os temas do sexo e da violência na sua vida. É algo que o embaraça?

– Não me embaraçou. Apenas fiquei espantado que a minha vida pudesse vir a ter esta dimensão.

– Diz que teve blackouts durante o combate em que mordeu a orelha de Evander Holyfield. O que quer dizer com isso?

– Nessa altura estava muito nervoso. Acho que perdi o controlo e mordi-o. Para mim, esses foram alguns momentos de blackout.

– Ao ser condenado por violação disse que tinha abusado outras mulheres mas não essa. Quer explicar melhor?

– Cheguei a abusar mulheres, mas neste caso considerei que se tratava de uma injustiça dada a situação em que fui condenado. Foi errada, injusta e inumana.

– No filme diz que é um milagre estar vivo aos 40 anos. Porquê?

– Tive uma vida muito rebelde e violenta. Consumi drogas, tive problemas físicos com pessoas muito perigosas e com os maridos de mulheres com quem me meti. Tenho muita sorte em ainda estar aqui.

– O que acha que o boxe lhe deu?

– Deu-me uma forma bizarra e extrema de autoconfiança. Sempre me imaginei como um rei bárbaro que vinha conquistar o Império Romano...

– Mas hoje é uma pessoa diferente, certo?

– Sim, hoje sou uma pessoa muito humilde. Mas quando estava no ringue não era assim. Aprendi a ter paz.

PERFIL

Mike Tyson nasceu há 42 anos em Nova Iorque e aos 20 anos foi o mais jovem campeão mundial de boxe em pesos-pesados. Em 1991 foi condenado por violar uma candidata a Miss America. Seis anos depois mordeu a orelha de Evander Holyfield em pleno ringue.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)