Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Thatcher de Meryl Streep dá polémica

Famosa pelas suas composições intensas, Meryl Streep tem fortes probabilidades de juntar o seu papel como Margaret Thatcher, no novo filme ‘A Dama de Ferro’, a mais uma nomeação para o Óscar. Os elogios ao desempenho têm sido muitos, mas também as críticas.
20 de Novembro de 2011 às 13:45
Cartaz do filme em que Meryl Streep se volta a encontrar com a realizadora de 'Mamma Mia!'
Cartaz do filme em que Meryl Streep se volta a encontrar com a realizadora de 'Mamma Mia!' FOTO: d.r.

A obra, que chega às salas nacionais em Fevereiro de 2012, traça o retrato da ex-primeira-ministra conservadora britânica, hoje com 86 anos e afastada dos holofotes por motivos de saúde. Thatcher liderou o Reino Unido entre 1979 e 1990 e despertou muita admiração e, ao mesmo tempo, vários ódios.

A crítica que já viu o filme diz que o papel de Meryl Streep é impressionante, mas a polémica esperada quanto ao tom da obra não se fez esperar. Familiares da britânica, que é retratada como uma mulher solitária, apelidaram a produção como “uma fantasia esquerdista”.

Outra cena que está a gerar dissabores é o momento em que Thatcher aparece desorientada, sem se aperceber que o seu marido, Denis, morreu.

No ‘Daily Telegraph’ escreveu-se: “É uma valente punhalada na História e mesmo com os seus defeitos faz, de forma reticente, justiça a Margaret Thatcher.” Já o ‘The Guardian’ diz que o filme é, “por vezes, tonto e previsível”.

Meryl Streep volta a ser dirigida em ‘A Dama de Ferro’ pela realizadora Phyllida Lloyd, que a dirigiu no musical de sucesso ‘Mamma Mia!’. O actor que representa o marido Denis é o prestigiado Jim Broadbent.

margaret thatcher meryl streep reino unido mamma mia! phyllida lloyd jim broadbent
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)