Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

‘Tintim’ agora em Odivelas

Rússia, Congo, Índia, Austrália e Tibete são países por onde Tintim passou, ao contrário de Portugal. No entanto, as referências ao povo lusitano estão presentes em vários livros do belga Hergé, autor das aventuras do mais célebre repórter da banda desenhada.
21 de Agosto de 2011 às 00:30
Pranchas e miniaturas das criações de Hergé na exposição ‘Tintim e(m) Portugal’
Pranchas e miniaturas das criações de Hergé na exposição ‘Tintim e(m) Portugal’ FOTO: Manuel Vicente

Graças à exposição ‘Tintim e(m) Portugal’, no Centro de Exposições de Odivelas até 4 de Setembro, pode agora perceber--se melhor o papel do País e dos portugueses na obra de Hergé.

Além do mítico Oliveira da Figueira, o omnipresente caixeiro-viajante que aparece em ‘Os Charutos do Faraó’ e ‘País do Ouro Negro’, quem for visitar a exposição pode ficar a conhecer Pedro João dos Santos, um físico da Universidade de Coimbra que entra em ‘A Estrela Misteriosa’, e também o correspondente do entretanto extinto jornal ‘Diário de Lisboa’ em ‘Tintim no Congo’.

A exposição patente em Odivelas mostra ainda outros elementos importantes nas obras de Hergé, como as pessoas nas quais se inspirou para criar as suas personagens e a história de ‘Tintim’ antes de se tornar repórter, entre outros.

tintim exposição odivelas banda desenhada
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)