Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Um 'cadáver esquisito' na Baixa lisboeta

Um livro gigante foi colocado esta sexta-feira à porta da Livraria Bertrand, em Lisboa. Insere-se no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Livro e visa sensibilizar as pessoas que se encontrem na Rua Garrett, em Lisboa, a participarem na construção de uma história.
23 de Abril de 2010 às 16:53
Criatividade apoderou-se entre os transeuntes
Criatividade apoderou-se entre os transeuntes FOTO: Natália Ferraz/CM

A ideia é inspirada no ‘cadáver esquisito’, um jogo de escrita criativa criado pelos surrealistas no início século XX, e que consiste em dar seguimento a frases de outras pessoas, sem preocupações relativas a estética, coerência ou ao conteúdo do resultado final. Como referia o fundador do surrealismo, André Breton, ‘o mais emocionante para nós neste tipo de produções era a certeza que, a bem ou mal, representavam algo que não era possível pelo trabalho de uma única mente’.

Com cerca de dois metros de altura, o livro foi, então, inaugurado esta manhã pelo escritor Francisco José Viegas, que nele escreveu o primeiro parágrafo de uma história que deveria ser desenvolvida pelas pessoas que passam pelo Chiado.

No entanto, a criatividade apoderou-se dos transeuntes, que começaram a divagar, deixando nele aquilo que lhes ia na alma: pensamentos, poemas e desabafos em geral.

E embora se tenha perdido a ideia da continuidade da história, o gerente da Bertand do Chiado, Pedro Almeida, relembrou com optimismo que ‘muitas histórias começaram assim, como é o caso da colecção Et Cetera’, uma ideia que surgiu no Brasil e que tem por objectivo encontrar e promover novos autores.

Ao longo da tarde os autores da editora Quetzal, Mónica Marques e Afonso Cruz também se deslocarão ao local para participar na iniciativa. O livro gigante permanecerá na Rua Garrett até às 20h00. Amanhã, sábado, estará no mesmo local a partir das 10h00 até às 20h00.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)