Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Um concerto de antologia

Perante um Coliseu completamente cheio, Herbie Hancock deu, sexta-feira, um concerto que se pode classificar de antológico pela forma inteligente como o músico de jazz apresentou as suas composições.
Acompanhado por Nathan East (baixo), Vinnie Colaiuta (bateria) e Leonel Loueke (guitarras), o pianista interpretou repertório por si composto nas décadas de 60 e 70, fortemente influenciado por Miles Davis.
18 de Novembro de 2006 às 00:00
O músico Herbie Hancock
O músico Herbie Hancock FOTO: Duarte Moniz
Entre outros, ouvimos ‘Watermelon Man’ e ‘Chameleon’, da época da electrónica que Hancock transformou num estilo mais jazzístico solando no piano acústico, e o emblemático ‘Maiden Voyage’. O concerto prolongou-se por mais de duas horas, com um único senão: a péssima versão ‘I Just Called To Say I Love You’, de Stevie Wonder, na voz de Nathan East.
Hancock actua hoje na Casa da Música, no Porto, espectáculo para o qual foram ontem postos à venda mais 140 bilhetes.
Ver comentários