Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Uma revista que bate à esquerda e à direita

‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes.
Ana Maria Ribeiro 9 de Setembro de 2018 às 01:30
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes
O pano abre, a música arranca e o público aplaude. Flávio Gil – autor, encenador e ator do espetáculo – faz um número de mímica e logo a seguir vem a abertura clássica da Revista à Portuguesa, com a apresentação do elenco e o desfile do corpo de baile.

É assim que começa ‘ParqueMania’, o novo espetáculo do Teatro Maria Vitória, já em cena no Parque Mayer, em Lisboa. O empresário Hélder Freire Costa diz que "esta revista é muito boa" e está orgulhoso com um trabalho que mistura "o moderno e o antigo".

"É, novamente, uma criação de três jovens autores – o Flávio Gil, o Miguel Dias e o Renato Pino –, que trazem muito talento para o Parque Mayer e que fizeram um trabalho notável, todo ele muito fluído. A Elsa Casanova está a estrear-se: é a nossa atração de fado."

De Trump a Madonna, de Bruno de Carvalho a José Sócrates, o espetáculo não poupa ninguém, nem sequer António Costa, ou antes, Antonini Costini, aqui num número de ventriloquismo com os seus ‘muchachos’: Catarina e Jerónimo.

Escrita em três meses e ensaiada em dois, ‘ParqueMania’ promete também ir acompanhando a atualidade e ir acrescentando piadas, à medida em que os nossos políticos forem dando azo a isso.

No palco, Susana Cacela, Rosa Villa, Paulo Vasco e Miguel Dias dão tudo por tudo para que o espetáculo tenha êxito.

"Temos vindo a subir de público e acreditamos ter outro sucesso em mãos", garante Flávio Gil.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)