Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Whitney Houston: Autópsia inconclusiva

A autópsia realizada ao cadáver de Whitney Houston, cantora norte-americana falecida sábado, no Hotel Hilton de Beverlly Hills, Los Angeles, aos 48 anos, não foi conclusiva mas os médicos legistas têm a certeza de que a artista, que foi encontrada inanimada na banheira, não morreu afogada.
14 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Whitney Houston foi homenageada na cerimónia dos Grammy mais triste de que há memória
Whitney Houston foi homenageada na cerimónia dos Grammy mais triste de que há memória FOTO: D.R.

Whitney Houston - que tinha problemas de drogas desde a década de 90, altura em que se casou com o cantor Bobby Brown e se transformou numa assídua frequentadora de festas - estava, segundo a família, recuperada desde a última cura de desintoxicação, em 2011.

No entanto, os mesmos familiares admitem que tomava Xanax e outros medicamentos para a ansiedade, assim como comprimidos para dormir. Na noite que morreu, teria ainda ingerido grandes quantidades de álcool.

Assim, tal como aconteceu com Michael Jackson e Amy Winehouse, só um exame toxicológico mais aturado - que durará semanas a efectuar - deverá determinar a causa exacta da morte da cantora, que devia ter actuado na entrega dos Grammy.

Fontes familiares revelam que a cantora telefonou para a mãe, Cissy Houston, meia-hora antes de morrer, mas o conteúdo da conversa não foi revelado. A tia Mary Jones, que supostamente a terá encontrado na banheira, adiantou apenas que Whitney será enterrada em New Jersey, sua terra natal, esta sexta ou sábado.

VENDAS DISPARAM

A venda de discos da artista subiram 300 por cento na Fnac, em Portugal, enquanto os executivos da Sony preparam o relançamento da sua discografia completa.

CANÇÃO EMOCIONADA

Na cerimónia dos Grammy mais triste de que há memória, Jennifer Hudson cantou, emocionada, a canção mais popular da carreira de Whtiney, ‘I Will Always Love You'.

FILME POR ESTREAR

Chegará às salas de cinema em Agosto, a última prestação de Whitney no cinema. ‘Sparkle' conta também com a sua participação na banda sonora original.

NUNO BRAANCAMP EXPLICA MENÇÃO A ESPANHA 

O promotor de espectáculos Nuno Braancamp, responsável pelo concerto que Whitney Houston fez no dia 4 de Julho 1998 no antigo Estádio de Alvalade, disse ontem ao CM que a cantora norte-americana "sabia muito bem em que país estava" quando actuou em Portugal, negando que o "Olá Espanha!" que proferiu, recebendo em troca assobios da plateia, tenha sido uma ‘gaffe'.

Segundo o patrão da Ritmos & Blues, que se prepara para trazer Madonna ao mesmo Estádio Municipal de Coimbra onde promoveu dois concertos dos U2 em 2010, Whitney viu admiradores na plateia com um cartaz onde se lia "Espanha saúda-te" e, depois de se inclinar para perceber a mensagem, retribuiu a gentileza.

Cultura Música Whitney Houston óbito consumo de drogas consumo de álccol autópsia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)