Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

3,5 milhões para vencedor do Mundial de Clubes

Quem ganhar o Mundial de Clubes, que decorre entre 10 e 17 de Dezembro em Tóquio, no Japão, vai receber cerca de 3,5 milhões de euros. Uma verba longe, por exemplo, de um triunfo na Liga dos Campeões, mais de 25 milhões, mas quase o dobro do que o organismo máximo do futebol mundial deu na última edição.
1 de Dezembro de 2006 às 00:00
A equipa de Ronaldinho, Deco e Cia. surge como grande favorita para a conquista do troféu
A equipa de Ronaldinho, Deco e Cia. surge como grande favorita para a conquista do troféu FOTO: Lavandeira/EPA
Ao todo, distribuído do primeiro ao sexto lugar, vão estar em jogo mais de onze milhões de euros e é o Barcelona, de Deco, que parte como o grande favorito à conquista do primeiro lugar do pódio e dos desejados 3,5 milhões.
Além dos catalães, vão marcar presença naquela prova o Internacional de Porto Alegre (Brasil), América (México), Auckland City (Nova Zelândia), Al-Ahly (Egipto) – treinado pelo português Manuel José – e Jeonbuk Hyundai Motors (Coreia do Sul). Por ter sido vencedor da Liga dos Campeões, o ‘Barça’ tem já garantida a presença nas meias-finais onde vai defrontar o vencedor do jogo Al-Ahly-Auckland City. À primeira vista, uma meia-final com total favoritismo, mas Rijkaard, treinador do Barcelona, não acredita que assim seja.
“São duas equipas muito fortes e temos respeito por qualquer adversário. Não acreditem que vai ser um jogo só com um sentido, se foram apuradas é porque são muito fortes”, disse o treinador holandês, elogiando depois o torneio.
“Participar no Mundial de Clubes é um prémio do nível mais alto. Trata-se de um torneio prestigiado e estamos contentes e com muita vontade de disputá-lo. É uma prova que ainda não tem muita história, mas tenho a certeza de que daqui a uns anos será das mais importantes a nível internacional”, salientou o técnico.
APONTAMENTOS
DUAS EDIÇÕES
A competição do Mundial de Clubes teve o seu início em 2001 e uma segunda edição quatro anos depois. A partir desta temporada será disputada todos os anos, em vez da Taça Intercontinental.
BRASIL DOMINA
Em duas edições as duas vitórias foram para clubes brasileiras. Em 2001, o Corinthians venceu o Vasco da Gama e, na temporada passada, o São Paulo bateu na final os ingleses do Liverpool.
MANUEL JOSÉ
O treinador português Manuel José irá ser o primeiro técnico luso a participar nesta prova mundial. Ao serviço do Al-Ahly do Egipto, o treinador irá tentar levantar o seu primeiro troféu internacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)