Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

40 mil vibram nos Jerónimos

Mais de 40 mil pessoas são esperadas hoje pela organização da 46ª edição do Rali de Portugal na superespecial de Lisboa, na praça do Império, junto aos Jerónimos. A prova prossegue à noite com três especiais nocturnas no Algarve.
29 de Março de 2012 às 01:00
Armindo Araújo (MINI) ficou em 12.º na especial de ontem
Armindo Araújo (MINI) ficou em 12.º na especial de ontem FOTO: José Coelho/Lusa

Ontem, no troço do Vale de Judeu, já houve um pequeno aperitivo na qualifying stage (especial de qualificação), que definiu a ordem de partida para as especiais de hoje. O finlandês Jari Matti-Latvala (Ford) foi o mais rápido nos 4,96 km do troço e escolheu partir do último lugar (17º) entre os carros do WRC.

"É melhor ter a estrada limpa e enfrentar os eventuais problemas do pó. Podemos é ter problemas com as pedras", disse Latvala.

Já os pilotos da Citroën, o finlandês Mikko Hirvonen e o francês Sebastien Loeb, ficaram em 3º e 4º na especial de qualificação e preferiram abrir a estada nas especiais do Algarve.

"Se estiver seco e houver vento, talvez a posição do Jari seja melhor, mas é uma jogada arriscada. Posso perder 20 segundos nas três especiais, mas, se houver pó, ele [Hirvonen] perde, no mínimo, meio minuto", justificou o piloto finlandês da marca francesa. O português Armindo Araújo (MINI) foi o 12º entre os carros mais potentes (WRC) e vai ser o sétimo a entrar nas classificativas de hoje. "Estou supermotivado. Quero estar no top-ten do Rali", frisou.

RALI PORTUGAL WRC LISBOA JERÓNIMOS ARMINDO ARAÚJO
Ver comentários