Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

A lufada quente da cidade de Sochi na Rússia

Calor, praia, montanhas e taxistas desvairados caracterizam a cidade russa.
Sérgio Pereira Cardoso 11 de Junho de 2018 às 10:10
Mundial de 2018 na Rússia
Mundial de 2018 na Rússia FOTO: Amândia Queirós
Para quem viaja de Moscovo, Sochi é uma verdadeira lufada de ar quente. Logo à saída do avião, após pouco mais de duas horas de viagem, rapidamente se percebe a chegada a uma Rússia distinta.

O calor e o céu azul convidam a entrar num Mar Negro recheado de turistas, desportos náuticos, carrinhos de choque e até um circo nas suas praias.

"Aqui, é bonito o ano todo", sublinha um taxista, apontando para as montanhas do Cáucaso , enquanto conduz num registo digno do GP de F1, também realizado em Sochi, na zona do Complexo dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, construído por módicos 43 mil milhões de euros.

Nele, inclui-se o Fisht, estádio arrebatador, principalmente de noite, sob temperatura amena e com luzes que podem ajudar a guiar, se não os taxistas, a Seleção Nacional.
Moscovo Sochi Rússia Seleção Nacional futebol desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)