Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Abel Ferreira à espera do furo do Ferrari

Técnico sonha ser campeão com o emblema minhoto, mas sabe que está dependente das prestações dos três grandes.
Mário Morgado Ribeiro 4 de Maio de 2018 às 08:35
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Abel Ferreira, treinador do Sp. Braga
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Abel Ferreira, treinador do Sp. Braga
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Abel Ferreira, treinador do Sp. Braga
Ser campeão nacional é um desejo do Sp. Braga. Abel Ferreira sonha com essa conquista no futuro, apesar de os bracarenses estarem dependentes das prestações de Benfica, Sporting e FC Porto.

"Têm de se juntar vários cenários. Não é fácil repetir uma época como esta e teremos de esperar que o Ferrari dos outros tenha um furo para o nosso Renault tentar ultrapassá-los. Temos de ter as rotações no limite e levar o carro até ao fim", disse o técnico dos minhotos, na antevisão da receção ao Boavista, hoje às 20h30 (Sport TV 1).

Terminar em segundo lugar esta época é uma realidade para o Sp. Braga. Uma campanha notória do plantel minhoto, a quem Abel Ferreira deixa rasgados elogios. "Estamos a fazer o nosso campeonato, não é de hoje, mas desde o início. E passámos por grandes dificuldades, numa nova filosofia de jogo em que jogamos como equipa. Vamos continuar focados naquilo que controlamos, sempre conscientes de que o melhor de nós está para chegar. O caminho é querer sempre mais."

O treinador considera que seria justa uma chamada do avançado Paulinho, que esta época leva 17 golos, à seleção nacional. "Ele sabe que conseguiu esse número de golos fruto de um trabalho coletivo. Se for chamado vai corresponder", referiu o técnico que na próxima época vai contar com João Novais, jogador do Rio Ave.

Simão: "Vamos para ganhar"
"O nosso objetivo é melhorar ou igualar o 9º lugar, 43 pontos, alcançado na época passada e fazer o melhor registo do Boavista desde que regressou à Liga", disse ontem Jorge Simão, técnico do Boavista, na antevisão do encontro de hoje com o Sp. Braga.

O treinador boavisteiro deixa um desejo: "Ainda temos coisas para alcançar e não há relaxamento. É um jogo fora contra uma equipa que luta pelo pódio a duas jornadas do fim, mas preparamo-nos para ir lá fazer uma boa exibição e ganhar."
Ver comentários