Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

ACADÉMICA / P. FERREIRA, 2-2

O empate cedido hoje pela Académica frente ao Paços de Ferreira, a duas bolas, no estádio Sérgio Conceição, em Taveiro, na 32.ª jornada da SuperLiga, pode ter comprometido a permanência dos estudantes no escalão principal do futebol português
18 de Maio de 2003 às 18:29
ACADÉMICA / P. FERREIRA, 2-2
ACADÉMICA / P. FERREIRA, 2-2
A Académica foi a primeira equipa a marcar, aos 24 minutos. Depois de várias tentativas dos estudantes para chegar à baliza contrária, André recebeu uma bola enviada por Dário desde o meio-campo, ultrapassou dois defesas contrários e rematou por cima do guarda-redes Pedro, quando este saiu ao seu encontro.
Acusando sempre muitos nervos, os comandados de Artur Jorge consentiram o empate num momento de desconcentração. Aos 36 minutos, após um cruzamento para a sua área, Pedro Roma saiu da baliza e chocou com o defesa Raul Oliveira, com a bola a sobrar para Serginho, que não perdoou.
Logo no minuto seguinte, a Académica podia ter-se colocado novamente em vantagem, quando Dário bateu um defesa contrário e apareceu isolado frente ao guarda-redes do Moreirense, acabando por rematar ao poste. Na resposta, os pacenses colocaram-se em vantagem, com Leonardo a tirar o melhor partido de uma desatenção do último reduto dos estudantes.
Ainda antes do intervalo, sobre o minuto 45, a equipa de Coimbra conseguiu voltar a empatar a partida. No seguimento de um lance rápido, Manuel José isolou-se frente a Pedro e, quando este saiu da baliza ao seu encontro, colocou a bola fora do seu alcance.
Na segunda parte, os da casa tentaram tudo por tudo para chegar ao golo, mas os nervos acabaram por deitar tudo a perder. Apesar de correrem muito e de se esforçarem para tentar ganhar o encontro, os estudantes desperdiçaram as oportunidades que dispuseram, sendo que os dois erros cometidos na primeira parte acabaram por ditar o resultado.
Com este empate, a Académica tem as coisas muito complicadas para o seu lado, no que toca à luta pela manutenção. A equipa de Coimbra soma 31 pontos (6 vitórias, 13 empates e 13 derrotas) e ocupa um muito incómodo 17.º e penúltimo lugar na classificação. Por sua vez, o Paços de Ferreira passou a somar 42 pontos (11 vitórias, 9 empates e 12 derrotas) e saltou para a sétima posição.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)