Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

ACOSTA PALADINO DA VETERANIA

O antigo jogador do Sporting, Beto Acosta, que vive um dos melhores momentos da sua carreira aos 36 anos, afirmou esta sexta- feira a um jornal argentino, que os jogadores veteranos são vitímas de discriminação nos clubes argentinos.
4 de Outubro de 2002 às 17:54
O actual avançado do San Lorenzo partilha da opinião que os clubes argentinos não gostam de fazer alinhar jogadores com mais idade, uma vez que estes jogadores têm menos possibilidades de se tranferir para o estrangeiro. “No futebol argentino é mais fácil por a jogar jovens de 17 e18 anos que têm mais chances de dar lucro aos seus clubes no futuro”, afirmou Acosta.

O ex-sportinguista foi 29 vezes internacional pela selecção argentina e jogou no Toulouse (França), Yokohama (Japão), Universidade Católica (Chile), e Boca Juniors (Argentina). Acosta já marcou 109 golos nas quatro temporadas, não consecutivas, que esteve no San Lorenzo.
Ver comentários