Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

ACREDITEM NO SPORTING

O surpreendente empate caseiro do FC Porto e a consequente possibilidade do Sporting ganhar pontos a um dos candidatos ao título parece ter servido a preceito para moralizar as tropas ‘leoninas’. Com a recepção ao Marítimo no pensamento, Eduardinho, adjunto de Peseiro, aproveitou para reiterar a confiança no grupo de trabalho e deixar um apelo aos adeptos.
20 de Setembro de 2004 às 00:00
“Acreditem no Sporting. Vamos dar grandes alegrias” disse aquele responsável, garantindo que, à imagem do que aconteceu no Dragão, “todos os clubes vão perder pontos ao longo da prova”.
“Não há campeões invictos e estou certo que esta época vai ser mais competitiva, com o campeonato mais equilibrado, o que é importante para o futebol português”, adiantou, confessando não esperar facilidades esta noite, ante os insulares. “Esperamos um Marítimo perigoso no contra-ataque, mas estamos precavidos para isso. Temos, acima de tudo, de impor a nossa filosofia de jogo. São os adversários que têm de se adaptar à nossa forma de jogar”, lembrou, convicto do valor do plantel ‘leonino’. “O que traz moral e entusiasmo são as vitórias. Sabemos que estamos em várias competições e que as queremos ganhar, mas também que vamos ter alguns percalços. Porém, trabalhando nos limites, com este plantel somos obrigados a ganhar”, sustentou.
Também o regresso de Beto, após longa paragem, foi abordado: “Tem vindo a fazer trabalho progressivo, mas, em termos de competição, precisa de ganhar ritmo e confiança”, disse o adjunto de Peseiro, indiciando que Beto não será, ainda, titular.
BETO VOLTA A SER OPÇÃO
O regresso de Beto aos convocados é a principal nota de destaque entre os eleitos ontem divulgados para o jogo desta noite, frente ao Marítimo, em Alvalade. O defesa-central, submetido a uma artroscopia a um joelho durante a pré-temporada, volta a figurar, tal como Rui Jorge, entre as opções do técnico José Peseiro, ainda que dificilmente alinhe entre os titulares. Em sentido inverso, Hugo, por motivos clínicos – apresentou febre –, e Miguel Garcia, este por mera opção técnica, ficaram fora do leque de eleitos, tal como Rodrigo Tello e Paulo Sérgio. Rochemback, Nelson, Niculae e Sá Pinto continuam lesionados e por isso impossibilitados de dar o seu contributo à equipa.
“O Hugo apresentou febre, mas é uma coisa simples, uma situação que se resolve em dois ou três dias”, disse o médico Gomes Pereira, explicando a ausência do central dos convocados. Quanto a Rui Jorge, o responsável clínico lembrou que o esquerdino “está totalmente apto”.
Lista de convocados: Ricardo, Tiago, Polga, Enakarhire, Mário Sérgio, Paíto, Beto, Rui Jorge, Carlos Martins, Pedro Barbosa, Danny, Custódio, Rogério, Hugo Viana, Tinga, Douala, Liedson e Pinilla.
A ATENÇÃO DO 'LEÃO'
RAPID VENCE CAMPEÃO GAK
O Rapid Viena, adversário ‘leonino’ na UEFA, venceu, no Estádio Hanappi, em Viena, o GAK, campeão em título, por 2-1. Kineast e Korsos marcaram.
ESPIONAGEM EM VIENA
Pedro Caixinha, adjunto de Peseiro, vestiu ontem a pele de espião, assistindo ao triunfo que permitiu ao Rapid reforçar a liderança na Liga austríaca.
CIUDADO COM KINEAST
O Rapid apresentou quase a mesma equipa que jogou em Alvalade, excepção feita a Ivanschitz, lesionado. Jogou Kineast e, cuidado, marcou!
Ver comentários