Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Adepto do Benfica acusa Proença de o ter insultado

Américo Alves confessou ter agredido o árbitro de Lisboa com uma cabeçada.
28 de Janeiro de 2014 às 07:57
Pedro Proença, a advogada Ana Carreira e o presidente da APAF, José Gomes
Pedro Proença, a advogada Ana Carreira e o presidente da APAF, José Gomes FOTO: Pedro Simões

Pedro Proença virou-se para mim e disse: ‘És um parvalhão, nem sabes falar... Os teus pais devem ter um desgosto muito grande. És um filho da p...' Foi nesse momento que lhe dei a cabeçada", disse ontem, no Tribunal de Lisboa, Américo Alves, adepto do Benfica, de 34 anos, que a 8 de agosto de 2011 agrediu o árbitro no Centro Comercial Colombo, tendo-lhe partido dois dentes. Pedro Proença (43 anos), que também foi ouvido, negou as acusações. "É absolutamente mentira. Após ele me ter dito que eu roubava o Benfica, eu ia ao telemóvel, abordei-o e perguntei-lhe se estava a falar para mim. Mas nunca o ofendi", frisou.

Américo Alves, que está acusado de um crime de ofensa à integridade física qualificada e um crime de injúria, sendo-lhe exigida uma indemnização de 8 mil euros, confirmou que foi dele a iniciativa de abordar o juiz de Lisboa, quando estava com na companhia de um colega. "Olha... está aqui o meu amigo Pedro Proença, que diz que é do Benfica mas que rouba o Benfica", revelou o adepto sobre a forma como se dirigiu ao árbitro de Lisboa.

tribunal julgamento pedro proença
Ver comentários