Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

ADEUS VÍTOR DAMAS

Mais de meio milhar de pessoas prestaram ontem a sua última homenagem ao ‘leão voador’ Vítor Damas, falecido no passado sábado, vítima de cancro. Aos muitos adeptos anónimos de todas as idades juntaram-se também antigos e actuais jogadores do Sporting, representantes de outros clubes, políticos, artistas, todos consensuais em considerar a partida de Damas como uma enorme perda para o futebol nacional.
16 de Setembro de 2003 às 00:00
Eusébio não faltou à despedida do seu amigo
Eusébio não faltou à despedida do seu amigo FOTO: Jordi Burch
Eusébio, Fernando Gomes, Inácio, Santana Lopes, Mário Wilson, Beto, Paulo Barbosa, Dias da Cunha, António Simões, Artur Jorge, Hermínio Loureiro, foram alguns dos muitos ilustres que marcaram presença neste dia de luto para o futebol nacional. Ivkovic, antigo colega de Damas no Sporting, soube resumir quem foi o 'leão voador': "Mesmo na sua morte conseguiu juntar várias gerações da família sportinguista. Foi um eterno lutador e nunca baixou os braços”.
AS LÁGRIMAS DO 'REI' EUSÉBIO
Após a missa de corpo presente realizada na capela mortuária da Igreja de Nova Oeiras, onde o corpo de Vítor Damas esteve em câmara-ardente desde domingo à tarde, o cortejo fúnebre seguiu até ao cemitério de Oeiras.
Enquanto a urna era transportada até ao jazigo, uma sonora e ruidosa salva de palmas quebrou o silêncio do cemitério de Oeiras. Pelo caminho, aquele a quem chamam o ‘rei’, Eusébio da Silva Ferreira, aproximou-se do caixão coberto com uma bandeira do Sporting para dar o seu último adeus ao ex-guardião.
“Não tenho palavras que consigam exprimir a profunda tristeza que sinto neste momento. É mais uma pessoa, um grande homem do futebol e um grande amigo que desaparece, com apenas 55 anos. Soube da morte do Vítor Damas no sábado à noite e desde então que não consigo sair de minha casa. Fi-lo hoje [ontem] e vim até aqui para dar um último abraço e um adeus sentido ao meu grande amigo, que tanta saudade vai deixar”, desabafou o ‘pantera negra’, que não conseguiu conter as, muitas, lágrimas de tristeza ao falar de Damas.
PLANTEL PRESENTE
O plantel do Sporting fez-se representar ontem no funeral de Vítor Damas, por alguns jogadores. O ‘capitão’ Pedro Barbosa, Beto, Paulo Bento, Toñito e João Vieira Pinto foram os atletas que acompanharam a Missa de corpo presente e a cerimónia no cemitério de Oeiras.
INJUSTIÇADO
Apesar do ambiente de consternação e profunda comoção, houve também quem não reprimisse algumas críticas à forma como Damas foi ‘injustiçado’ pelo seu clube do coração. “Prestam-lhe homenagem, mas também fizeram-lhe muito mal”, desabafou uma adepta ‘leonina’.
Ver comentários