Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Adrián López fez a festa em Vila Real

Avançado marcou quatro golos e mostrou a Sérgio Conceição que quer ser mais do que opção do fundo do banco.
Mário Pereira 20 de Outubro de 2018 às 01:30
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
FC Porto
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
FC Porto
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
FC Porto
Jogo entre FC Porto e Vila Real para a Taça de Portugal
Adrián López foi o rei da festa em Vila Real. O avançado do FC Porto, habitual opção de fundo do banco no plantel dos dragões, fez ontem pela vida e mostrou a Sérgio Conceição que pode ser uma solução válida para o ataque em futuras batalhas. Num jogo de ‘muda aos três e acaba aos seis’, assinou quatro golos, três deles na primeira parte.

Durou sete minutos a resistência da equipa transmontana, formada por amadores, que ocupa o 3º lugar da divisão de Honra da Associação de Futebol de Vila Real. Uma combinação espanhola entre Óliver e Adrián López proporcionou a este um remate cruzado e colocado para o 0-1. Estava feito o mais difícil. Após este lance, o jogo teve sentido único.

O FC Porto encarou o desafio com compromisso e seriedade. E as gigantescas diferenças entre as duas equipas ficaram escancaradas. Tudo se resumiu a um jogo de paciência do FC Porto, na tentativa de encontrar espaço para chegar à zona de tiro.

Um exercício de posse de bola, em suma. López marcou por mais duas vezes até ao intervalo, altura em que o Vila Real já jogava com dez unidades, por expulsão de Raul Babo.

Na segunda parte, Soares, André Pereira e de novo Adrian deram volume ao resultado.

"Adrián fez o que faz nos treinos"
"O que dita as oportunidades nos jogos é o comportamento nos treinos. E o Adrián fez o que faz nos treinos", disse Sérgio Conceição sobre o espanhol, que foi a figura do jogo.

"Todos queremos jogar e estou sempre preparado para isso. Estou muito contente pelos golos", salientou o espanhol.

Em Destaque 
Adrián López
Foi o homem do jogo. Marcou quatro golos, o que é sempre um feito digno de realce, seja em que contexto for. Merece destaque o terceiro golo, na cobrança exemplar de um livre.

Bazoer
Estreia absoluta na equipa do FC Porto. Jogador de terrenos interiores, não foi verdadeiramente colocado à prova em situações de marcação (é médio defensivo). Trata bem a bola.

Jorge
Outra estreia absoluta. O defesa esquerdo não teve adversário com que se preocupar, pois a bola raramente chegou às alas da equipa do Vila Real, tão curto era o seu futebol. Limitou-se a apoiar o ataque e a manter a equipa esticada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)