Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Agora estou esclarecido

O árbitro Pedro Proença, testemunha do processo ‘Apito Dourado’, esteve ontem na sede da Liga onde esclareceu detalhes sobre alegadas informações prestadas à Polícia Judiciária por elementos ligados às estruturas da arbitragem.
23 de Fevereiro de 2005 às 00:00
“Tratou-se de uma conversa com a Comissão de Arbitragem, no sentido de ver algumas questões esclarecidas. Foi apenas isso que vim fazer. Agora estou esclarecido em relação a algumas das questões”, declarou Pedro Proença à Rádio Renascença.
O árbitro de Lisboa, recorde-se, foi ouvido em sede de inquérito na PJ, na qualidade de testemunha, no dia 31 de Janeiro último. Na altura disse ter ficado chocado com “o comportamento de alguns dirigentes que passou a conhecer” e perante alguma indignação mostrou-se disposto a avançar com processos judiciais, após referir que a arbitragem portuguesa “precisa de uma limpeza”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)