Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Agostinho Oliveira teme poderio físico dos suíços

É sobre o polivalente Nuno Morais, jogador do Chelsea actualmente emprestado ao Marítimo, que recai a escolha do seleccionador Agostinho Oliveira para a substituição do castigado Manuel Fernandes – que vai falhar o decisivo jogo desta noite (20h00) no Estádio do Bessa frente à Suíça – no encontro da 2.ª mão do ‘play-off’ de apuramento para a fase final do Europeu’2006.
16 de Novembro de 2005 às 00:00
Esta é uma opção que advém da leitura feita por Agostinho Oliveira no empate a um golo em Zurique – “A Suíça consegue ser compacta fisicamente, pelo que obriga-nos a repensar aquela zona com mais alguns cuidados” –, mesmo acreditando que no jogo desta noite o adversário não vai “sair muito da concha, até que ganhe a tal capacidade física e possa desequilibrar”.
Por tudo isto, o treinador português defende: “Temos de fazer um jogo inteligente, com preocupações em termos defensivos e com um futebol mais objectivo para a zona dos pontas-de-lança.”
O seleccionador não esconde alguma preocupação com Chiumiento – “Um jogador que vai merecer atenção, que é o ‘play-maker’ entre a linha intermédia e a zona de finalização” –, mas assume o favoritismo.
“Portugal é favorito e tem de ter a força e responsabilidade de assumir o favoritismo”, frisou Agostinho Oliveira, que desdramatiza um eventual não apuramento para a fase final do Europeu de 2006.
“Passarmos ou não passarmos depende das circunstâncias do jogo. Se não ganharmos o ‘play--off’, não temos o direito de lá estar”, clarificou.
APONTAMENTOS
VIANA BASTANTE CONFIANTE
Hugo Viana é um dos indiscutíveis de Agostinho Oliveira. Para a partida desta noite, o médio não acredita em outro resultado que não seja a vitória. “Seria frustrante não nos apurarmos para a fase final do Campeonato da Europa. Fizemos uma boa qualificação e estivemos muito bem na maior parte do jogo na Suíça. Acredito que vamos vencer”, recorda Hugo Viana, admitindo que “nem sempre a qualidade ganha. Mas vamos lutar para ao longo dos 90’ estarmos melhor”.
QUARESMA DIZ QUE PORTUGAL É MELHOR
O fantasista Ricardo Quaresma acredita que Portugal é superior à Suíça. No entanto, para o jogador isso não basta, há que prová-lo em campo. “Pelos grandes jogos que fizemos já devíamos estar no Europeu. Temos mais qualidade e valor, mas temos de demonstrar em campo”, relembra o capitão, acreditando que neste desafio “do tudo ou nada haja um grande apoio como houve na Suíça.
Queremos sentir-nos em casa”.
ÚLTIMO ENSAIO NO PADROENSE
Algumas dezenas de adeptos assistiram ao último ensaio dos sub-21 para o jogo desta noite na Suíça. O sol convidava a um salto até ao campo do Padroense, em Matosinhos, e não foram poucos os adeptos que foram ver os craques. Os jovens estavam em maioria e não faltou quem aproveitasse a ocasião para recolher o habitual autógrafo.
Ver comentários