Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Agressão no Estoril fora do relatório da Liga

O delegado da Liga, Reinaldo Teixeira, não relatou incidente entre Adelino Caldeira e Nuno Lobo durante o jogo do Estoril contra o FC Porto. Fora do relatório ficou também a intimidação ao árbitro por parte de Antero Henrique no túnel.
28 de Setembro de 2013 às 01:00
Nuno Lobo, ao lado de Paulo Bento, diz que levou uma palmada de Adelino Caldeira e foi insultado por Pinto da Costa
Nuno Lobo, ao lado de Paulo Bento, diz que levou uma palmada de Adelino Caldeira e foi insultado por Pinto da Costa FOTO: Paulo Calado

Reinaldo Teixeira, delegado da Liga ao Estoril-FC Porto (2-2), no domingo, nada escreveu no relatório oficial do jogo sobre a agressão de que Nuno Lobo, líder da AF Lisboa, diz ter sido alvo por parte de Adelino Caldeira, ‘vice' dos dragões, na tribuna do Estádio António Coimbra da Mota. Nuno Lobo assegurou também que foi insultado por Pinto da Costa. Além disso, segundo apurou o CM, o delegado também não escreveu que o médico dos portistas, Nélson Puga, tentou intimidar o árbitro Rui Silva no final da primeira parte. E não escreveu, igualmente, que Antero Henrique, ‘vice' dos portistas, questionou com maus modos o árbitro no túnel de acesso aos balneários.

A contestação do médico e dos dirigentes do FC Porto teve a ver com a grande penalidade que Rui Silva assinalou a favor do Estoril, por mão, fora da área, de Otamendi, que Evandro converteu no 1-1. Segundo apurou o CM, no final da partida, o oficial da GNR que chefiava as forças de segurança na Amoreira foi ter com o delegado da Liga para lhe relatar o que tinha acontecido na tribuna, entre Adelino Caldeira, Pinto da Costa e Nuno Lobo. Como resposta, Reinaldo Teixeira ter-lhe-á dito que "não valia a pena", pelo que nada escreveu no relatório.

Reinaldo Teixeira chegou a ser nomeado para o jogo de hoje entre o Benfica e o Belenenses, na Luz, mas foi substituído. Contactado ontem pelo CM, disse que "não tem autorização da Liga para prestar declarações".

Reginaldo Teixeira Estoril delegado Nuno Lobo Adelino Caldeira agressão FC Porto
Ver comentários