Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Aliança anti-Renault

A vantagem que o espanhol Fernando Alonso dispõe para o alemão Michael Schumacher é por si só um factor de confiança para a Renault, mas as duas vitórias consecutivas da Ferrari fizeram aumentar e muito os índices de motivação da equipa de Maranello. Em Hockenheim, a equipa liderada por Jean Todt acredita na vitória do piloto alemão e no encurtar de diferenças para o líder do campeonato.
27 de Julho de 2006 às 00:00
O alemão Michael Schumacher ‘joga’ em casa este fim-de-semana no circuito de Hockenheim
O alemão Michael Schumacher ‘joga’ em casa este fim-de-semana no circuito de Hockenheim FOTO: Kerim Okten, Epa
Para que a conquista do título seja uma realidade é necessário que o germânico vença corridas e que o maior número de pilotos termine as provas entre ele e Alonso, de forma a reduzir os pontos que os separam. “É importante que consigamos colocar o máximo de pilotos entre Michael e Alonso”, afirmou o director desportivo da equipa, o francês Jean Todt.
No último Grande Prémio da França, os responsáveis italianos ficaram muito satisfeitos não só pelo segundo triunfo consecutivo de Schumacher mas também pelo bom andamento de outras equipas – nomeadamente da Toyota, que conseguiu rodar muito próximo dos carros da frente. O próprio Alonso reconheceu que os carros nipónicos estiveram muito competitivos. “Os Ferrari eram os mais rápidos em pista e os Toyota eram os segundos mais velozes. Temos de melhorar”, afirmou o espanhol.
Quando faltam disputar sete provas, a diferença entre os dois pilotos é de 17 pontos. Para Alonso revalidar o título, basta terminar na posição imediatamente a seguir de ‘Schumi’.
'SCHUMI' MOTIVADO PARA VENCER
O alemão Michael Schumacher vai correr em casa e espera que a motivação extra que esta corrida transmite seja suficiente para vencer o terceiro GP consecutivo, de forma a encurtar a desvantagem para Fernando Alonso (Renault).
“O factor psicológico de correr neste circuito é enorme. Queremos virar o campeonato a favor da Ferrari e Hockenheim é o próximo passo”, afirmou o piloto germânico na antevisão de mais uma prova do Mundial de Fórmula 1. ‘Schumi’ espera que o apoio do público se faça sentir. “O apoio deles é sempre muito importante para nós”, concluiu.
Ontem surgiram rumores de que a BMW terá oferecido um contrato milionário a ‘Schumi’ na próxima temporada.
Ver comentários