Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Angola eliminada ficou a um golo dos ‘quartos’

Angola foi eliminada, esta segunda-feira, da Taça das Nações Africanas (CAN) de futebol, após perder frente à Costa do Marfim, por 2-0, num jogo em que bastaria um golo aos "Palancas Negras" para seguirem para os quartos-de-final.
30 de Janeiro de 2012 às 21:43
Angola despediu-se prematuramente do CAN2012 apenas por culpa própria, acabando por cometer vários erros defensivos que culminaram na eliminação
Angola despediu-se prematuramente do CAN2012 apenas por culpa própria, acabando por cometer vários erros defensivos que culminaram na eliminação FOTO: EPA

Em Malabo, capital da Guiné-Equatorial, co-organizador da prova, Angola despediu-se prematuramente do CAN2012 apenas por culpa própria, acabando por cometer vários erros defensivos que culminaram na eliminação.

No Grupo B, mesmo perdendo frente à Costa do Marfim, um golo dos angolanos teria sido suficiente para garantir a qualificação e ganhar vantagem sobre o Sudão, que acabou por seguir em frente, após vencer o Burkina Faso, do português Paulo Duarte, por 2-1.

Uma desinspirada defesa de Angola acabou por deitar tudo a perder, primeiro na segunda jornada, ao permitir o empate frente ao Sudão quando faltavam 15 minutos para carimbar o passaporte, e agora frente à Costa do Marfim que, mesmo sem as suas principais figuras, incluindo Didier Drogba, garantiu o triunfo no grupo.

O central Miguel, que já tinha feito má figura frente ao Sudão, voltou a ficar mal na fotografia, desta vez ao deixar passar a bola por entre as pernas no primeiro golo da Costa da Marfim, marcado por Eboué, aos 33 minutos.

Mesmo em desvantagem, Angola ainda estava qualificada para os quartos-de-final, mas novo erro defensivo, desta vez num desentendimento entre Dani e o guarda-redes Wilson, permitiu novo tento dos marfinenses, aos 65 minutos, por Bony.

Pouco depois, o Sudão fez o 2-0 sobre o Burkina-Faso, por Mudather El Tahir, que bisou aos 33 e 80 minutos, colocando ainda mais negro o cenário de Angola na CAN2012.

Os ‘Palancas Negras’, que nessa altura precisavam de dois golos, ainda tentaram pelo menos reduzir a desvantagem, mas o guarda-redes Daniel Yeboah mostrou-se sempre muito seguro na baliza da Costa do Marfim.

 


Já quando o Angola-Costa de Marfim tinha chegado ao fim, o Burkina-Faso marcou perante o Sudão, por Dagano (90+6), num tento que poderia ter sido crucial para a selecção angolana.

O técnico Paulo Duarte, que disputou a sua segunda CAN pelo Burkina Faso, despediu-se da competição com apenas derrotas.

Nos quartos-de-final, a Costa do Marfim vai defrontar a Guiné-Equatorial, num jogo que deverá fazer parar o país co-anfitrião, que participa pela primeira vez na fase final da CAN, e o Sudão encontra a Zâmbia. Os dois jogos estão agendados para 4 de Fevereiro.

angola
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)