Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

'Apito Dourado': Tribunal volta a adiar sentença

O Tribunal de Santa Cruz, na Madeira, voltou a adiar a sentença do julgamento de quatro arguidos por corrupção activa e passiva no fenómeno desportivo, desta vez para o dia 01 de Abril. Um processo extraído do ‘Apito Dourado’.
18 de Março de 2009 às 17:10

Inicialmente, a leitura da sentença estava agendada para o dia 02 de Fevereiro, mas foi adiada para o dia 25 do mesmo mês devido à falta de prova suplementar quanto à situação económica e social dos três arguidos - António Henriques, Leonel Moreira e Azevedo Duarte. O quarto arguido é Marco Santos.

O tribunal solicitou com urgência à Direcção-geral de Inserção Social os referidos relatórios, tendo a juíza Teresa Mão de Ferro considerado que o prazo para a entrega da referida prova suplementar só terminava hoje.

Razão pela qual, na sala de audiência, durante o dia de hoje, procedeu-se  somente ao final do julgamento, ao qual só compareceu o observador de árbitros Marco Santos, como tem sido hábito.

Tanto a acusação como a defesa prescindiram das alegações finais e não apresentaram provas finais.

António Henriques, Leonel Moreira e Azevedo Duarte e Marco Santos estão a ser julgados pelos crimes de corrupção activa e passiva no fenómeno desportivo. Em causa está o jogo entre a Associação Desportiva de Machico e o Sacavenense,  realizado a 28 de Maio de 2004.

 

 

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)