Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Apito Final: Leitura de sentença adiada

A leitura da sentença do processo movido pelo FC Porto ao antigo vogal do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) João Carrajola de Abreu foi esta segunda-feira adiada para data a definir.
17 de Janeiro de 2011 às 11:38
Pinto da Costa: o FC Porto moveu processo contra João Carrajola de Abreu
Pinto da Costa: o FC Porto moveu processo contra João Carrajola de Abreu FOTO: Record/Luís Vieira
O FC Porto processou João Abreu, na sequência de uma entrevista ao jornal A Bola, em que referiu que "Gonçalves Pereira (então presidente do CJ da FPF) estava a agir não apenas por ele", quando tentou afastá-lo da votação sobre os recursos do Boavista e do presidente do FC Porto das decisões do Apito Final "por suspeição nos processos, alegando incompatibilidade de funções". Na altura, Abreu afirmou: "Foi estratégia combinada entre Boavista e FC Porto, com o propósito de alterar o sentido de voto dos acórdãos sobre os recursos das decisões da Comissão Disciplinar (CD) da Liga em declarar a despromoção do Boavista e punir Pinto da Costa por tentativa de corrupção". O Ministério Público pediu a absolvição de João Carrajola de Abreu por entender que "não foram provados elementos típicos do crime" e por ter "indícios fortes de que o arguido agiu convicto da veracidade das declarações", o que se enquadra no "exercício legítimo da liberdade de expressão".
Apito final FC Porto
Ver comentários