Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Apoio a clube dá acusação

Nove autarcas vão responder por abuso de poderes, prevaricação e violação das normas
19 de Julho de 2013 às 01:00

Quase um ano depois da denúncia dos deputados da Assembleia Municipal de Estarreja, o Ministério Público (MP) acusou 13 presidentes de câmara do distrito de Aveiro dos crimes de prevaricação, abuso de poderes e violação de normas de execução orçamental. Está em causa um apoio dado ao Beira-Mar por parte da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, liderada pelo presidente da Câmara de Ílhavo,
Ribau Esteves.

O dinheiro – 38 mil euros – foi entregue nas duas últimas épocas, mas a ilegalidade foi de imediato apontada por Pedro Vaz e Hugo Oliveira. "Entendemos avançar para a Justiça porque ninguém está acima da lei. Além disso, num contexto de crise, é ética e moralmente reprovável este apoio ao futebol profissional", disse Pedro Vaz na altura ao CM. Os crimes em causa podem implicar a perda de mandato.

AVEIRO RIBAU ESTEVES CLUBE ACUSAÇÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)