Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Árbitro para o Sporting vai sair da bancada

O árbitro do jogo Beira-Mar-Sporting de hoje sairá de entre os espectadores presentes no Municipal de Aveiro.
21 de Agosto de 2011 às 00:30
Vítor Pereira não conseguiu convencer nenhum árbitro a apitar o jogo de hoje
Vítor Pereira não conseguiu convencer nenhum árbitro a apitar o jogo de hoje FOTO: Manuel Araújo/Record

Após a recusa do juiz indigitado, João Ferreira, de dirigir o jogo, antes ainda das críticas de Godinho Lopes, presidente do Sporting, os árbitros das ligas profissionais mostraram-se ontem solidários com o colega e deram ‘nega’ ao pedido de Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga.

O CM apurou que havia oito árbitros disponíveis para dirigir o jogo – há 25 nas ligas profissionais, 15 estavam nomeados para jogos e dois estão de férias. Numa decisão corporativista, decidiram boicotar o jogo.

Carlos Esteves, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, explicou ao CM que a entidade federativa "não tem competência para nomear árbitros para jogos do futebol profissional, de acordo com os regulamentos e um protocolo entre Liga e Federação. O árbitro poderá vir da bancada."

Esteves garante que um árbitro da Federação que queira apitar o jogo se sujeita a um processo disciplinar. Um ex-árbitro, um árbitro do Inatel ou um cidadão anónimo podem dirigir o jogo. Caberá aos capitães e aos delegados das duas equipas chegarem a um acordo e escolherem um juiz. Se tal não acontecer, o observador da Liga escolherá o árbitro.

CONTRADIÇÃO DE JOÃO FERREIRA

João Ferreira foi o 4º árbitro do Benfica-FC Porto da época 2009/2010, jogo marcado por incidentes no túnel da Luz, com agressões de Hulk e Sapunaru a ‘stewards’. Meses mais tarde, o mesmo juiz foi nomeado para dirigir um jogo entre FC Porto e Académica da Taça da Liga, e João Pinto, então adjunto de Jesualdo Ferreira, disse que a nomeação do setubalense era "provocatória e revelava falta de bom senso". João Ferreira não se sentiu atingido pela crítica e foi mesmo dirigir o jogo no Dragão.

Aliás, pelo que o Correio da Manhã soube, João Ferreira comunicou à Comissão de Arbitragem da Liga e à Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol a decisão de não dirigir o jogo do Sporting em Aveiro na véspera da conferência de imprensa de Godinho Lopes na qual este apresentou um documento com ideias para melhorar o sector da arbitragem.

ÁRBITROS SPORTING BEIRA MAR AVEIRO JOÃO FERREIRA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)