Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Árbitros da Liga admitem greve

Juízes vão exigir na 2ª feira aumento de 10% a Pedro Proença.
Mário Figueiredo e Octávio Lopes 7 de Outubro de 2017 às 06:00
Artur Soares Dias (Porto) é um dos nove árbitros que têm remuneração de profissional
Árbitros
Árbitros
Árbitros
Artur Soares Dias (Porto) é um dos nove árbitros que têm remuneração de profissional
Árbitros
Árbitros
Árbitros
Artur Soares Dias (Porto) é um dos nove árbitros que têm remuneração de profissional
Árbitros
Árbitros
Árbitros
Os árbitros vão reunir na segunda-feira com Pedro Proença (líder da Liga de Clubes) e ameaçam avançar para greve nos jogos da Liga e II Liga se as suas exigências de aumento dos prémios não forem satisfeitas.

Segundo soube o CM, a medida mais radical, a greve, só será tomada no caso de outras formas de protesto - retirar dos equipamentos o símbolo do patrocinador principal e atrasarem o início das partidas - não levarem Proença a ceder.

O CM sabe ainda que os juízes exigem mais segurança. Em relação à questão monetária, os árbitros querem um aumento de 10% nos prémios e verba para treinos.

O único montante que está fora dos aumentos é o que auferem quando são escalados para vídeo-árbitro (só nos jogos da Liga), que é pago pela FPF.

Dos 22 árbitros que dirigem na I e II Liga só nove são profissionais (além dos prémios, ganham mais 2500 euros ilíquidos por mês).
Liga de Clubes Pedro Proença FPF II I desporto futebol Árbitros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)