Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Árbitros estão "nos limites das suas capacidades"

O português nomeado para o Euro2012 de futebol, Pedro Proença, disse este sábado que os árbitros estão "nos limites das suas capacidades", esperando que os responsáveis criem as condições no sentido da profissionalização da actividade.

21 de Janeiro de 2012 às 18:21
"Ser amador num espectáculo completamente profissional não oferece condições para fazer mais do que o que fazemos", referiu o árbitro
'Ser amador num espectáculo completamente profissional não oferece condições para fazer mais do que o que fazemos', referiu o árbitro FOTO: Vítor Mota

Proença falou no final da cerimónia de entrega das insígnias da FIFA aos 28 árbitros que este ano integram os quadros do organismo que tutela o futebol mundial.

O evento decorreu na tarde deste sábado, no grande auditório do Centro Nacional de Exposições, em Santarém, na presença de aproximadamente 500 pessoas.  

"Ser amador num espectáculo completamente profissional não oferece condições para fazer mais do que o que fazemos", referiu o árbitro, frisando que a questão "não é financeira". 

Euro2012 Árbitros FIFA Centro Nacional de Exposições Santarém Pedro Proença
Ver comentários