Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Arranque triunfal para Spurs

Os San Antonio Spurs iniciaram a defesa do título da NBA com um triunfo sobre os Denver Nuggets, por 102-91, o que levou ao rubro os cerca de 19 000 espectadores que encheram o SBC Center e que vibraram com a entrega dos anéis de campeões.
3 de Novembro de 2005 às 00:00
Tony Parker (Spurs) protege a bola de Andre Miller (Nuggets)
Tony Parker (Spurs) protege a bola de Andre Miller (Nuggets) FOTO: Jeff Mitchel/Reuters
Um triunfo que veio afastar o espectro de um arranque sombrio, por parte dos Spurs que registaram na pré-época sete derrotas em nove jogos. Contudo, quando as coisas se tornaram sérias, não falharam e reencontraram o caminho das vitórias, apesar das dificuldades, pois só lideraram o marcador a nove minutos do final graças Michael Finley, ‘resgatado’ no defeso precisamente aos vizinhos Mavericks.
No America West Arena, os Phoenix Suns desperdiçaram uma grande oportunidade para começar o campeonato com um triunfo, sobretudo depois de terem esbanjado no quarto período uma confortável vantagem de 17 pontos, permitindo aos Dallas Mavericks empatar o marcador a 90 pontos e levar o confronto para prolongamento. Os forasteiros mostram--se mais fortes e levaram a vitória, por 108-111.
No outro jogo do dia que só foi resolvido no desempate, os Milwaukee Bucks foram a Filadélfia bater os 76’ers por 117-108, depois de um decisivo parcial de 15-6 no período extra, que desempatou a igualdade a 102 pontos no tempo regulamentar.
No primeiro dos 35 jogos em Oklahoma, cidade que ‘empresta’ o Ford Center até à reconstrução do New Orleans Arena (destruído pelo ‘Katrina’), os Hornets não sentiram grandes dificuldades para bater os Sacramento Kings por 93-67.
AUTÓSPIA DE COLLIER
A autopsia do norte-americano Jason Collier, que alinhava pelos Atlanta Hawks, demonstrou que a sua morte se deveu a uma súbita perturbação do ritmo cardíaco provocada pelo tamanho anormalmente grande do coração. Collier, que tinha 28 anos, morreu durante o sono a 15 de Outubro.
Para um homem da sua estatura (2,10 m e 117 kg), um coração de 580 gramas é “quase anormal”, disse o médico Kris Sperry, revelando que o órgão seria uma vez e meia maior do que o esperado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)