Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Até parece que o Tarik é Maradona

Pelo que estão a falar dele, até parece que o Tarik é o Maradona”, ironizou ontem Jesualdo Ferreira, não escondendo o incómodo que têm causado as opiniões em torno da possível debilidade da frente de ataque dos dragões, devido à ausência do marroquino na Taça das Nações Africanas.
5 de Janeiro de 2008 às 00:00
“O FC Porto não vai ficar a chorar, nem vai ficar a sangrar porque o Tarik não está cá um mês”, esclareceu o treinador, relativizando a importância do extremo: “É importante mas não imprescindível. Este ano tem feito um bom início de época, viveu um período difícil no Ramadão e sabe bem o que todos conseguimos fazer em conjunto para que não tivesse perdido o comboio.”
Jesualdo garantiu também que não há reforços em Janeiro. “A janela do mercado está aberta, mas não para o FC Porto”, disse, sustentando que a equipa não vai escorregar, como na época passada, após as férias natalícias. O técnico não poupou o sportinguista Pedro Silva: “Ele tinha que dizer alguma coisa e disse uma asneira. Os jogadores do FC Porto nunca disseram que o título estava ganho. Mas o Pedro Silva não deve estar a sentir-se muito bem.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)