Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Atletas ameaçam com greve

Os jogadores da Ovarense não apresentaram ontem a rescisão colectiva, face ao incumprimento contratual por parte da direcção vareira.
19 de Novembro de 2005 às 00:00
Brás alvo de fortes críticas
Brás alvo de fortes críticas FOTO: Manuel Azevedo
Em seu lugar, e depois da reunião com o Sindicato, o grupo de trabalho decidiu interpor um pré-aviso de greve cujo efeito imediato poderá resultar numa falta de comparência no jogo da 12.ª jornada, no dia 27 deste mês com o Portimonense.
A reivindicação abrange a liquidação total do mês de Outubro e os 70 por cento em falta do ordenado anterior, com o prazo do pagamento a vencer às 15h00 do dia 25. Joaquim Evangelista, líder sindical, lamentou o discurso do presidente Carlos Brás, considerando de “inqualificável” a comparação feita aos “sem-abrigo”, lembrando que “os jogadores apenas e só reclamaram os seus direitos”.
O presidente do Sindicato dos Jogadores lembrou ainda que esta decisão do pré-aviso de greve foi tomada por unanimidade entre os atletas. O ex-capitão Artur, cuja braçadeira foi entregue a Edgar, é seguramente o mais indignado. “Estou cansado de acreditar nestas pessoas. A direcção da Ovarense tem de compreender que temos família e que a carreira de um futebolista é curta.
O grupo está unido e irá até ao fim com esta decisão”, argumentou. Mais incisiva foi a mensagem deixada por Evangelista ao final da conferência de Imprensa: “Na Ovarense, ou há um orçamento falso ou o dinheiro teve outro destino que não o futebol. Não podemos estar ao lado dos jogadores só nas horas de sucesso. Em momentos de aflição temos de ser solidários”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)