Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Atraso fatal no socorro

A Procuradoria de Itália e o município de Pescara estão a investigar um carro da polícia municipal que atrasou a entrada de uma ambulância no Estádio Adriático para socorrer Piermario Morosini. O médio italiano do Livorno, de 25 anos, morreu no Hospital Civil de Santo Spirito, Pescara, depois de ter sofrido uma paragem cardíaca em pleno jogo da Serie B italiana.
16 de Abril de 2012 às 01:00
Morosini, de 25 anos, médio do Livorno, caiu inanimado e morreu em pleno jogo da Serie B italiana
Morosini, de 25 anos, médio do Livorno, caiu inanimado e morreu em pleno jogo da Serie B italiana FOTO: Massimiliano Schiazza/Epa

Morosini foi socorrido pelos meios médicos presentes no complexo, que lhe fizeram uma massagem cardíaca com um desfibrilhador e, posteriormente, foi levado para o Hospital Civil da cidade em paragem cardíaca.

No entanto, a ambulância ficou barrada por um carro da polícia municipal, que se encontrava à entrada do estádio. Para retirar o veículo, um bombeiro teve de partir o vidro para soltar o travão de mão e mover a viatura, um período de tempo perdido que as autoridades querem avaliar se foi determinante para a morte.

O cardiologista Leonardo Paloscia revelou que o jogador chegou ao hospital em estado muito crítico.

MOROSINI ITÁLIA MORTE JOGADOR LIVORNO SOCORRO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)