Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

BAÍA E JOÃO PINTO DE FORA

As ausências de Vítor Baía e João Pinto são os principais destaques da primeira convocatória de Luiz Felipe Scolari, com vista o encontro de carácter particular frente à Itália, em Génova, quarta-feira. As chamadas, pela primeira vez, de Miguel, Silas e Hélder Postiga à selecção A são também novidades.
7 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Scolari não quis comentar a ausência de João Pinto – “sobre jogadores não convocados não falo” – , mas sobre Vítor Baía o brasileiro lá deixou escapar: “Neste momento, para este jogo, Ricardo e Quim são os melhores, pois foram eles os convocados. Posso convocar qualquer português, de qualquer equipa do campeonato. Não posso é convocar o Marco Aurélio, porque é brasileiro”.

De fora ficaram ainda Petit, Nuno Gomes e Capucho, jogadores que estiveram no Mundial’2002. O regresso de Caneira, depois da ida ao Campeonato do Mundo, e as chamadas de Ricardo Rocha, Tiago e Pedro Mendes parecem surgir na sequência do processo de renovação iniciado por Agostinho Oliveira.

Aliás, Scolari salientou o facto de estar a dar sequência ao trabalho desenvolvido por Agostinho, no sentido da renovação, lembrando que está numa fase de observação e que nas 12 convocatórias que tem ela frente outros jogadores serão chamados.

“Esta convocatória segue princípios baseados no que o Agostinho vinha observando. Em princípio vou trabalhar em continuidade. Temos quase as mesmas ideias em relação a este ou aquele jogador, eu tenho as minhas em relação a alguns pontos, mas será uma sequência de trabalho quase normal. Há ainda 15 meses pela frente até ao Euro’2004 e 10, 15 convocatórias. Temos tempo”, explicou o novo seleccionador, que tinha bem presente a média de idades desta convocatória: 25,8 anos.

Luiz Felipe Scolari conta com a experiência e a liderança de Figo para a selecção, mas deixa no ar que para ele não há imprescindíveis.

“Quem não conta com a experiência, com a colaboração, com a pessoa do Luís Figo como referência, para trabalhar até com os jovens dentro do campo, perde uma liderança. E eu não quero perder, quero ganhar. Figo é um jogador imprescindível por tudo o que já fez. Mas ele também tem de repetir isso ou até melhorar, fazer tudo o que a gente espera, para ser uma referência”, explicou Scolari.

A concentração da comitiva é na segunda-feira, às 12h00, no Jamor. À tarde há treino, às 16h30, e terça-feira realiza-se nova sessão de trabalho. A partida para Itália está marcada para as 16h15.

SCOLARI ADMITE CHAMAR DECO

Como se esperava, e de acordo como o Correio da Manhã adiantou na sua edição de ontem, Deco não foi chamado para encontro com a Itália, porque o seu processo de naturalização apenas deve ficar finalizado no final desta semana ou início da próxima.

Sendo praticamente certa a naturalização, a chamada de Deco à selecção portuguesa parece iminente e Scolari não o escondeu: “Responderei sobre o atleta quando tiver algumas condições, mas admito fazer o que já foi feito em 1961 pelo senhor José Maria Antunes, que convocou o jogador Lúcio, e em 1970 por José Maria Pedroto [com Celso, jogador do Boavista]. Admito fazer o que todo o mundo faz”, afirmou, dando depois o exemplo da selecção francesa, actual campeã europeia, que actua com diversos jogadores naturalizados.

Entretanto, foram também divulgados ontem os jogadores convocados para a selecção de sub-21, que na próxima terça-feira defronta a Suíça, no Estádio de São Luís, em Faro.
Eis a lista dos atletas convocados pelo técnico José Romão: Carlos Martins, Manuel José, Bruno Aguiar, Pedro Neves, Bosingwa, Beto, Danny, Bruno Alves, Santamaria, Makukula, Mário Sérgio, Ricardo Costa, Moreira, Cristiano Ronaldo, João Paulo, Ricardo Quaresma, Hugo Almeida, Jorge Ribeiro, Cândido Costa e Mário Carlos.

MIGUEL: APANHADO DE SURPRESA

“Confesso que não estava à espera de ser chamado agora para representar a selecção nacional, mas se assim foi espero corresponder da mesma forma que tenho feito no Benfica. Como soube da notícia? Não estava a ver a televisão porque estava a treinar e só soube quando terminei o treino. Foi um colega que veio dizer-me que tinha sido convocado para a Itália”.

SILAS: É GRAÇAS AO MEU TRABALHO

"Fiquei muito surpreendido, mas também muito contente e satisfeito com esta chamada. Não estava à espera de ser convocado, mas trabalhava todos os dias com essa esperança. Foi graças ao meu trabalho diário e à equipa do Leiria que consegui isto. Agora só pretendo corresponder às expectativas e à confiança do seleccionador para poder continuar a ser convocado. Esta chamada pode ajudar-me a ascender mais na carreira. ".

HÉLDER POSTIGA: VERDADEIRO PONTA DE LANÇA

Hélder Postiga, avançado do FC Porto, é já considerado como a grande revelação da SuperLiga. Trata-se de um verdadeiro ‘ponta-de-lança’, que sabe jogar dentro e fora da área. No FC Porto, Postiga relegou para o banco de suplentes o lituano Edgaras Jankauskas e tem assumido um papel preponderante no esquema táctico de Mourinho. A chamada para a equipa A é um prémio mais que merecido. O CM tentou obter uma reacção do atleta mas este esteve incontactável.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)