Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Barcelos em delírio

Cinco anos depois de ter sido condenado a descer devido ao ‘Caso Mateus’, o Gil Vicente garantiu o regresso ao escalão principal e fê-lo de forma estrondosa, sagrando-se campeão da Liga de Honra. A equipa de Barcelos derrubou o Fátima por 3-1 e terminou a época com os mesmos 55 pontos do Feirense, que empatou a zero na ronda final e ficou em desvantagem no confronto directo.

30 de Maio de 2011 às 00:30
António Fiúza, presidente do Gil Vicente, aclamado pelos adeptos
António Fiúza, presidente do Gil Vicente, aclamado pelos adeptos FOTO: Hugo Delgado/Lusa

Barcelos viveu o jogo em êxtase, porque Luís Carlos abriu o marcador aos dois minutos. O Gil conseguiu ofuscar um rival adormecido na defesa e os adeptos, enrolados em bandeiras, com as cores da casa, seguiram o jogo aos gritos e entre buzinas que prometiam festa. No campo, João Vilela animou-se e aproveitou um ressalto para fazer o segundo golo do Gil (28’).

O Fátima voltou forte do intervalo e chegou ao golo num remate de Pedro Moreira. Os gilistas só reencontraram o ritmo arrasador do tempo inicial quando Hugo Vieira saltou do banco. Num contra-ataque, o avançado apanhou o guarda-redes rival fora da baliza e fez o terceiro golo para os da casa.

No final, passado e presente fundiram-se nas palavras do presidente do Gil, António Fiúza: "É um momento alto para o clube, alvo de muitas injustiças. Isto é um assunto meramente desportivo, dentro das quatro linhas". Para o goleador Hugo Vieira, "subir à I Liga é emocionante". O técnico Paulo Alves chorou e falou em "dever cumprido".

GIL VICENTE LIGA FUTEBOL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)